AgroBalsas 2019 apresenta expansão da soja responsável RTRS no Maranhão

Soja

AgroBalsas 2019 apresenta expansão da soja responsável RTRS no Maranhão

Mais de 25% da área plantada com soja no estado é certificada RTRS
Por:
118 acessos

Com o tema “Valorização territorial do MATOPI”, a 17ª edição da AgroBalsas será realizada entre 20 e 24 de maio, em Balsas-MA. O tradicional evento é organizado pela FAPCEN (Fundação de Apoio à Pesquisa do Corredor de Exportação Norte) e tem como objetivo estimular e divulgar o agronegócio desenvolvido na região de Balsas-MA, que engloba 18 municípios.

Por mais um ano, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma das instituições apoiadoras do evento, com intuito de fomentar a produção, o processamento e a comercialização responsável da soja responsável na região. O padrão RTRS é uma importante ferramenta para que os produtores cumpram os requisitos legais e boas práticas empresariais, apresentem condições de trabalho e relações comunitárias responsáveis, preservem o meio ambiente e realizem práticas agrícolas adequadas.

De acordo com o Consultor Externo da RTRS, Cid Sanches, os produtores do Maranhão estão cada vez mais preocupados em seguir as normas e princípios da RTRS. “Mais de 25% da área plantada com soja no estado é certificada. São 37 propriedades, 233 mil hectares plantados, o que resulta em mais de 875 mil toneladas de soja. Esses dados evoluem a cada ano, demonstrando o potencial de crescimento da região”, analisa.

Iniciativas de produção sustentáveis como as que a RTRS promove são essenciais para auxiliar o desenvolvimento do estado. O intuito da entidade é contribuir para a conservação dos recursos naturais, a governança das atividades produtivas e o bem estar social de trabalhadores, produtores rurais e comunidades locais. Dessa forma, são impulsionadas as oportunidades econômicas da região, além de promover o aumento da eficiência da produção de soja brasileira.

De acordo com a membro do comitê executivo da RTRS e Superintendente da FAPCEN, Gisela Introvini, a introdução da RTRS nas propriedades do MATOPI é fundamental para auxiliar a gestão de todas as áreas do negócio. “Antes, muitos setores das fazendas não possuíam comunicação. Depois da certificação isso mudou e temos depoimentos de produtores dizendo que o comprometimento dos colaboradores e a maior interação entre todas as áreas reverte em produtividade na soja”, observa.

A caixa de ovos vermelhos, por sua vez, tem índice positivo de 1,2% e 22,1% sobre o início de abril e o mesmo período do ano passado, respectivamente. Mas já se encontra 2,3% abaixo do praticado no mesmo período do mês anterior.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink