Agroconsult prevê alta de 4,3% no plantio de soja em 13/14
CI
Agronegócio

Agroconsult prevê alta de 4,3% no plantio de soja em 13/14

O plantio aumentaria em 1,2 milhão de hectares
Por:
O Brasil elevará o plantio de soja na temporada 2013/14 em 4,3 por cento na comparação com a safra atual (2012/13), para um novo recorde de 29,1 milhões de hectares, com produtores ainda contando com uma boa rentabilidade para a oleaginosa, informou a Agroconsult nesta terça-feira.

Em termos absolutos, o plantio aumentaria em 1,2 milhão de hectares, abaixo do expressivo aumento de 2,7 milhões de hectares registrado da safra 2011/12 para a 2012/13, cuja colheita está na fase final.

"Os nossos custos estão subindo um pouco, quase estável, é um pequeno crescimento. E realmente um preço um pouco mais baixo (da soja) acaba afetando a rentabilidade, mas ainda assim ela é bem alta", disse o analista da Agroconsult, Douglas Nakazone, em entrevista à Reuters.

Ele observou que uma queda projetada de 15 a 20 por cento na rentabilidade de 13/14 ocorrerá na comparação com um ano de ganhos recordes, que foi 12/13.

No plantio da safra atual (12/13), no ano passado, os produtores foram impulsionados por preços recordes --em meio à quebra de safra no Brasil e nos EUA--, que geraram a maior rentabilidade já alcançada pelos sojicultores no Brasil, segundo a Agroconsult.

Para a próxima safra, os custos estão maiores, num cenário de preços mais baixos, com a colheita de uma safra recorde no Brasil este ano e boas perspectivas para a produção dos Estados Unidos.

O Brasil normalmente começa a plantar em meados de setembro.

O analista não comentou sobre o volume da produção de soja esperada para o Brasil, o que depende das condições climáticas.

Mas considerando a produtividade média da safra atual, de 2.957 toneladas por hectare, de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e a projeção de área da Agroconsult, o Brasil poderia ter uma produção recorde de 86 milhões de toneladas em 13/14, superando a deste ano, oficialmente estimada em cerca de 82 milhões de toneladas.

Ao ser consultada pela Reuters nesta terça-feira, a consultoria afirmou que o plantio aumentará em várias regiões produtoras, mas principalmente em Mato Grosso, maior produtor da oleaginosa. O plantio também crescerá nas novas fronteiras agrícolas, como Maranhão e Piauí.

Em Mato Grosso, considerando o chamado "custo direto", que considera somente o desembolso --e não, por exemplo, depreciação-- os gastos do sojicultor por hectare devem subir de 1.300 reais em 12/13 para 1.330 reais, em 13/14, disse o analista antes do evento Clube da Soja, na quarta-feira, no Guarujá (SP), no qual um representante da Agroconsult participará em um painel.

A estimativa atual da Agroconsult também indica uma pequena alta de 200 mil hectares na semeadura, ante a sua projeção anterior, por conta de uma menor área de milho que a esperada no Sul do Brasil, considerando que os produtores deverão optar por plantar mais soja em campos em que antes o cereal seria semeado.

"Ajustou no Sul, estamos reduzindo o milho, uma vez que a safrinha está indo muito bem, e o segundo semestre vai ficar baixista para milho", disse o consultor.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.