Agronegócio

Agrolinkfito registra aumento no número de pesquisas

O sistema registra crescimento mensal de 10% desde agosto até novembro
Por: -Redação
1 acessos
O sistema interativo Agrolinkfito, que auxilia na busca de soluções de problemas fitossanitários em lavouras, vem registrando um crescimento mensal de 10% desde agosto até o mês de novembro. Em um comparativo de visitações médias neste período, em relação ao mesmo intervalo de 2005, ocorreu alta de 260%. "Estes números demonstram uma crescente procura de informações na Internet por parte dos profissionais do ramo, sendo uma tendência que se consolida num rápido espaço de tempo”, afirma a engenheira agrônoma Giselda Petry, gerente da seção Agrolinkfito. Ela destaca ainda que o Portal Agrolink está comemorando seus 8 anos na próxima sexta-feira (22-12), tornando-se uma referência em informação e conteúdo na Web. Neste período o produto glifosato (de várias marcas) foi o ingrediente ativo mais procurado. Dentre os problemas destacam-se o papua (Brachiaria plantaginea) lagarta do cartucho (Spodoptera frugiperda) vaquinha (Diabrotica speciosa) e a Antracnose (Colletotrichum spp). Nas culturas houve um incremento da soja com 38% das pesquisas, seguida de milho arroz e cana. Inseticida foi a classe mais procurada com 39%, seguida de herbicidas (28%) e fungicidas (22%). Os estados mais visitados no Brasil são Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Santa Catarina. Segundo o engenheiro agrônomo do Portal, Bruno Gessinger Filho, "o cadastramento de novos usuários cresceu 56% nos últimos quatro meses, consolidando o Portal Agrolink como fonte de informações e de utilidade para os profissionais que atuam no setor agropecuário". Lembra ainda que estes relatórios são importantes para acompanhar as tendências das regiões produtoras e auxiliar em diagnósticos sobre o andamento das lavouras e mercado, podendo ser adquiridos por empresas do ramo. - Para acessar o sistema com soluções para 118 culturas e 293 produtos disponíveis entre em - Para mais informações, faça um cadastro em
Agrolinkfito.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink