Agronordeste busca integrar produtores e indústria no Ceará
CI
Imagem: Divulgação
AGRONEGÓCIO

Agronordeste busca integrar produtores e indústria no Ceará

O objetivo é identificar necessidades da cadeia produtiva para desenvolver um projeto piloto
Por:

Uma missão do projeto Agronordeste + Valor visitará, nesta terça e quarta, dias 22 e 23, agroindústrias da cultura do caju nos municípios cearenses de Beberibe, Aracati e Palhano. O objetivo, conforme Vitarque Coelho, responsável pelo projeto no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), é identificar necessidades da cadeia produtiva para desenvolver um projeto piloto com foco na maior integração entre produtores e a indústria. 

A ideia, segundo Coelho, é que se consiga fortalecer as agroindústrias já existentes, tanto de pequeno quanto as de grande porte, bem como promover a integração vertical no contrato de fornecimento entre produtores e agroindústria. O projeto atuará na melhoria das condições de produção, por meio do incentivo ao uso de tecnologias e melhor manejo da cultura, proporcionando à indústria um fornecimento de matéria prima de melhor qualidade.

O grupo liderado pelo Mapa reúne instituições como Embrapa Agroindústria Tropical, Banco do Nordeste, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Superintendência Federal da Agricultura no Ceará, Secretarias de Desenvolvimento Agrário (SDA) e Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (Sedet) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Os participantes do projeto participaram ontem de uma reunião na sede da Embrapa Agroindústria Tropical para alinhar a proposta e discutir as demais possibilidades de ação. 

Gustavo Saavedra, chefe geral da Embrapa Agroindústria Tropical, destacou que a Unidade da Embrapa no Ceará possui diversas tecnologias e soluções validadas para impulsionar a cadeia produtiva em diferentes frentes, do campo à indústria. Entre as empresas que serão visitadas estão Nativita, Itaueira, Tijuca alimentos, EBBA, além de produtores de caju de mesa, doces, sucos e cajuína. 

“Todos esses atores já utilizam com sucesso o pacote de tecnologias disponível para o setor, demonstrando o quão viável e importante é o agronegócio da cajucultura. A ideia é que os exemplos de sucesso possam ser replicados e sejam uma realidade no Ceará”, complementa Genésio Vasconcelos, chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agroindústria Tropical.

Sobre o Agronordeste

O Agronordeste parte do estudo das cadeias produtivas com relevância atual e potencial na região, identificando seus entraves, mas também as convergências e soluções disponíveis no âmbito do ministério e de seus parceiros, de forma a produzir complementaridades e sinergias e aumentar a efetividade das ações e, consequentemente, seu potencial de sucesso, benefício e impacto.

O projeto foi lançado em 2019. Sua área de abrangência são os municípios dos nove estados do Nordeste e norte de Minas Gerais, com foco em cadeias produtivas para as quais a região tem aptidão histórica. O objetivo geral da iniciativa é aumentar a competitividade da agricultura e da pecuária regional, mediante a implementação de ações interconectadas, visando à realização de mudanças nas competências individuais, organizacionais e interinstitucionais dos beneficiários.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.