AGROTEMPO: frente fria que chega ao Sudeste traz chuvas volumosas

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Pixabay
PREVISÃO DO TEMPO

AGROTEMPO: frente fria que chega ao Sudeste traz chuvas volumosas

Ao mesmo tempo que a frente fria avança, a massa de ar fria na sua retaguarda, provoca o declínio das temperaturas
Por: -Aline Merladete

O avanço da frente fria para a região sudeste do Brasil traz chuvas volumosas e mais generalizadas em algumas áreas da região.  Ao mesmo tempo que a frente fria avança, a massa de ar fria na sua retaguarda, provoca o declínio das temperaturas em boa parte da região Sul e ao extremo sul do Centro-Oeste, principalmente entre a madrugada e manhã , mas no decorrer do dia essas temperaturas seguem em rápida elevação. Na região Norte e Nordeste, as chuvas persistem com potencial para acumulados elevados pontualmente. 

A tendência é que nos próximos dias, uma massa de ar seco mantenha o tempo predominantemente estável sobre grande parte de GO, norte de MG e parte do sudoeste da BA. Na sexta-feira (02/04), é esperado que a frente fria se desloque de forma mais litorânea em direção ao sul da BA e juntamente com perturbações atmosféricas, organizará as instabilidades desde o sul da Região Norte em direção ao norte do ES e sul da BA, indica condições para a configuração de um canal de umidade que poderá ser mais um episódio de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS). A ZCIT, neste início de semana, terá pequeno deslocamento para o norte e, desta forma, influenciará mais as condições de tempo entre o AP e PA e, embora ainda permaneça a condição para chuva, os volumes acumulados entre o MA e o CE serão ligeiramente inferiores.

Saiba como será o tempo em cada região:

Região Norte
O posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), juntamente com o forte calor e alta disponibilidade de umidade na atmosfera, favorece o levantamento do ar e consequentemente a formação de nuvens carregadas. Desta forma, em todas as áreas da região norte há condições para a formação de temporais localmente fortes especialmente no estado do PA, norte do AM e RO. Os acumulados ficarão entre 20 e 30 mm nessas áreas, mas os temporais não terão uma distribuição regular, assim, em alguns pontos esses acumulados podem ocorrer em um curto período de tempo e em outras regiões as chuvas serão menos presentes.  

Região Nordeste
Assim como na região vizinha, o posicionamento da ZCIT sobre a faixa norte do nordeste brasileiro, continua favorecendo as pancadas de chuvas fortes, sobretudo ao norte do MA e PI, onde esses temporais podem provocar acumulados na ordem dos 40 mm. Entre o CE, até o norte da BA, o tempo fica instável com a possibilidades de pancadas de chuva isoladas e mal distribuídas, mas que podem provocar acumulados próximos aos 20 mm no decorrer do dia. Já na faixa leste do nordeste, em particular nas áreas próximas ao litoral, a condição é para pancadas de chuvas fracas e passageiras. Já no sul da Bahia o tempo fica mais firme.

Região Centro-Oeste
Com um comportamento muito semelhante aos últimos dias, devido ao forte calor e a umidade amazônica, o norte e oeste do estado do MT tem mais condições para pancadas de chuvas, onde os temporais podem provocar acumulados na ordem dos 20 mm localmente. Em contraste a essas chuvas persistentes no norte do MT, no estado do MS, especialmente ao sul do estado, GO e DF o tempo fica mais firme. Porém, nas áreas próximas à grande região de Três Lagoas, ao leste do estado do MS, e no sul Goiano, o tempo poderá ficar instável e provocar pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas, devido a proximidade com a frente fria que estará atuando no sudeste do país. Vale ressaltar, que pela manhã, algumas áreas do extremo sul do MS poderão presenciar temperaturas abaixo dos 15°C, devido a uma massa de ar polar. Entretanto, no decorrer do dia a elevação das temperaturas será rápida e podendo ultrapassar os 35°C na grande região do Pantanal. 

Região Sudeste
A chegada da frente fria, vai provocar temporais em grande parte da faixa leste do sudeste, especialmente no litoral de SP, sul e leste de Minas, RJ e ES. As chuvas podem ser persistentes nessas regiões e provocar acumulados expressivos, especialmente na região da Zona da Mata Mineira, onde os acumulados podem chegar aos 30 mm. Contudo, quanto mais a oeste da região sudeste, menor será a influência da frente fria, com a possibilidade de boa parte do dia o tempo ficar firme e ocorrer temporais isolados e mal distribuídos entre a tarde e noite. 

Região Sul
O destaque para a região sul, fica para as rajadas de vento provocadas pela influência de um ciclone em alto mar, tal que essas rajadas poderão passar dos 70 Km/h em regiões de serra e na ordem dos 60 Km/h no litoral entre a Lagoa dos Patos, no RS, e a região da Grande Florianópolis, leste de SC. Vale mencionar que este mesmo ciclone foi o sistema que impulsionou a frente fria nos últimos dias nos estados do sul e para hoje no sudeste, porém este sistema vai atuar de forma mais significativa no mar e não traz riscos de danos à população em geral. Em relação às chuvas, o tempo ficará mais firme em grande parte da região sul, apenas condições para temporais isolados e mal distribuídos na faixa leste dos estados. O amanhecer continua com temperaturas baixas, mas ainda sem características de inverno e com rápida elevação durante o dia. 

Confira como ficam as chuvas para hoje

Temperatura Máxima.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink