AGROTEMPO: segunda-feira é marcada por avanço de frente fria

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia nossos Termos de Uso e Termos de Privacidade. Ao clicar em Aceitar & Fechar, você consente com a utilização de cookies.


CI
Imagem: Marcel Oliveira
PREVISÃO DO TEMPO

AGROTEMPO: segunda-feira é marcada por avanço de frente fria

Ciclone extratropical que se formou no fim de semana, já se deslocou para o oceano
Por: -Aline Merladete

A segunda-feira será marcada pelo avanço da frente fria, associada ao ciclone extratropical que se formou no final de semana sobre o sul do país. Este ciclone já se deslocou para o oceano, e sua maior influência é no avanço deste sistema frontal e a derrubada das temperaturas pela massa de ar polar na retaguarda da frente fria, porém o sistema ficará posicionado ao sul do sudeste. Na faixa norte do país, as chuvas continuam e na parcela o tempo segue seco.

Já para terça-feira (13/04) o sistema frontal continua avançando, mas pelo litoral do sudeste. Assim, o tempo terá o céu mais encoberto e possibilidade de chuvas nesta faixa e até o sul e sudeste de Minas Gerais. Na quarta-feira e na quinta-feira (15), o sistema frontal avança em direção ao oceano, mas deixa o canal de umidade em direção ao Espirito Santo e ao sul da Bahia, onde haverá chuva. Na terça-feira, também as temperaturas máximas entrarão em queda entre o leste o sul do Paraná e o leste do sudeste, conforme a frente fria avança pelo oceano e a massa de ar frio vai se estabelecendo entre o sul e sudeste. Este padrão será observado até pelo menos até o dia 13, sendo que no dia 14 esse sistema estará mais oceânico e o centro à leste da Região Sul, isto favorece o tempo sem chuva, entretanto no dia 14 novas instabilidades deverão provocar pancadas de chuva isoladas do Rio Grande do Sul ao Paraná.

Saiba como será o tempo em cada região:

Região Norte
Sobre a região norte, as maiores condições de chuvas ficam para o oeste da AM, AC e RO. Essas chuvas estão muito associadas ao forte calor em superfície. Nas demais áreas dos estados do norte, o padrão será de pancadas de chuvas isoladas e irregulares, especialmente ao sul do PA e no TO, onde o tempo será mais seco. No entanto, não são descartadas pancadas de chuvas rápidas e mal distribuídas.

Região Nordeste
As condições das chuvas também serão menores em grande parte do nordeste brasileiro. Mas são esperadas pancadas de chuvas sobre o norte do nordeste, devido à atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), os acumulados podem ser expressivos em áreas isoladas especialmente no norte do MA e nas áreas adjacentes ao sul do CE, os acumulados podem chegar aos 40 mm de forma pontual. Essas pancadas podem ser localmente fortes e ocorrer em um curto intervalo de tempo. Nas demais áreas do norte do nordeste, a condição é de pancadas isoladas a qualquer momento do dia. Entretanto, ao sul do MA, sul do PI e BA, uma região de alta pressão nas camadas intermediárias da atmosfera (cerca de 5 km de altitude) impede a formação das nuvens carregadas, mantendo o tempo mais seco nessas áreas.

Região Centro-Oeste
Parte da região também será influenciada pelo avanço da frente fria, especialmente no oeste do MS e essa influência também ajuda no alinhamento do fluxo de umidade sobre o oeste do MT. Dessa forma, nessas duas áreas há condições para chuvas a qualquer momento do dia e com o tempo encoberto. Apesar disso, uma massa de ar seco fica posicionada sobre o noroeste do MS, leste de MT, grande parte do GO e DF, diminuindo a condição para a formação de nuvens carregadas. Mas, pancadas de chuvas isoladas e mal distribuídas não são descartadas no leste do MT, devido ao forte aquecimento diurno. Vale mencionar o estado de atenção para o MS, onde as temperaturas podem se aproximar dos 37°C no período da tarde.  

Região Sudeste 
A frente fria avança para a região sudeste, mas ela ficará restrita ao sul do estado de SP. E nesta região tem condições para chuvas isoladas, sem provocar acumulados significativos. Desta forma, grande parte do estado de SP, MG, RJ e ES a condição do tempo segue sob influência da massa ar quente e seco, também associada a uma região de alta pressão nas camadas de média altitude da atmosfera (cerca de 5 km). Sendo este padrão mais evidente no oeste de SP e no estado de MG, onde o tempo terá céu limpo com pouca variação de nuvens e altas temperaturas. 

Região Sul
Com o avanço da frente fria, a massa de ar mais frio, na retaguarda do sistema, também vai avançando sobre os estados. Para esta segunda-feira, este padrão de temperaturas amenas será observado em SC e no RS, e em relação às chuvas não são esperados volumes significativos e em SC o tempo ficará mais encoberto. No entanto, no PR essa queda nas temperaturas ainda não será observada para hoje, mas as chuvas poderão ocorrer sobre o estado, também sem grandes acumulados e especialmente na faixa leste. 

Veja os mapas de como ficam as temperaturas e as chuvas:

Chuva:

Temperatura Máxima:


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink