AGROTEMPO: tempo seco predomina pelo Brasil
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PREVISÃO DO TEMPO

AGROTEMPO: tempo seco predomina pelo Brasil

A tendência é que para os próximos dias, até a sexta-feira (16.04),  as instabilidades deverão ganhar força em grande parte das áreas da região Sul
Por: -Aline Merladete

A quarta-feira (14.04) será marcada pelo tempo seco em uma grande área do Brasil central, incluindo partes do Sudeste e leste da região Sul. E isso, em grande parte, devido a presença de uma região de alta pressão nas camadas intermediárias da atmosfera, cerca de 5 km acima da superfície, que impede ou diminui a formação de nuvens carregadas.

Mas ainda assim, o tempo segue com muitas instabilidades na faixa norte e norte do Nordeste. Além de que, há condições para o retorno de algumas instabilidades entre o sul do centro-oeste e oeste do sul, com a aproximação de um sistema de baixa pressão. 

A tendência é que para os próximos dias, até a sexta-feira (16.04),  as instabilidades deverão ganhar força em grande parte das áreas da região Sul com pancadas de chuva forte e isoladas, principalmente no Rio Grande do Sul. Nos dias 17 e 18 as instabilidades se intensificarão e seguindo para o leste do sul do Brasil, e deverá formar o início de um ciclone no oceano no dia 18, com isso, a chuva deverá ser forte em grande parte desde o centro ao litoral do Sul, e irá aumentar as instabilidades e condições de chuva forte e isolada em São Paulo, sul e triângulo de Minas Gerais, no Mato Grosso do Sul e no Rio de Janeiro nos dias 18 e 19.

Saiba como será o tempo em cada região:

Região Norte
O forte calor em superfície juntamente com a grande quantidade de umidade e também ao posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) mantém as condições para chuvas volumosas na parcela norte da região, especialmente na grande região de Barcelos  ao norte do AM, RR e no AP, onde os acumulados podem superar os 50 mm pontualmente. Nas demais áreas, há condições para pancadas isoladas e irregulares, mas que poderão ocorrer em um curto período de tempo.

Região Nordeste
A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), vai atuar de forma significativa na região, especialmente na parcela norte do nordeste. Assim, são esperadas pancadas de chuvas fortes no norte do MA e PI, com acumulados que podem chegar aos 30 mm pontualmente. Já nas áreas entre o CE, RN, PB, PE, SE e AL essa condição de chuva será mais irregular, mas podem ocorrer temporais localmente fortes especialmente no período da tarde e noite. No estado da BA, o tempo ficará firme, principalmente na parcela central e sudoeste do estado, no entanto no litoral sul poderá ter uma maior variação de nebulosidade e condições de chuvas fracas devido ao alinhamento da umidade com uma frente fria no oceano. 

Região Centro-Oeste
De maneira geral, nas parcelas do sul do MT, norte do MS, centro sul do estado do GO e DF, o tempo fica sob o predomínio de uma massa de ar seco, associada a região de alta pressão nos níveis médios da atmosfera. No entanto, instabilidades de altitude, essas por sua vez a cerca de 10 km acima da superfície, podem provocar temporais isolados entre o nordeste do MT e norte do GO, sem provocar acumulados significativos. Também ao sul do MS, a aproximação de um sistema de baixa pressão, auxilia no levantamento do ar e consequentemente a formação de nuvens carregadas, mas sem provocar acumulados significativos.

Região Sudeste
Em boa parte da região sudeste o tempo fica firme apenas com uma variação de nebulosidade. Apesar de que, ao norte de MG e no ES, devido à frente fria posicionada no oceano, as condições para chuvas são levemente maiores, podendo ser expressa apenas em uma maior cobertura de nuvens. As temperaturas seguem em declínio, especialmente no sul e leste do estado de SP, e nas áreas mais altas entre MG e RJ.

Região Sul
O maior destaque para a região sul fica no setor oeste dos estados, pois devido ao avanço de um sistema de baixa pressão, nessas áreas poderão ocorrer pancadas de chuvas isoladas especialmente no período da tarde, mas sem provocar acumulados expressivos. Na faixa leste de SC e do PR, o tempo terá uma variação de nebulosidade maior, mas sem grandes possibilidades para chuvas. O destaque fica ainda para as temperaturas, em regiões serranas o amanhecer pode ficar abaixo dos 7°C mas os termômetros seguem em rápida elevação no período da tarde e na grande região de Porto Alegre, poderão superar os 28°C.

Veja os mapas de como ficam as temperaturas e as chuvas:

Chuva:


Temperaturas máximas

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink