Alemanha pretende banir glifosato em 2024
CI
Imagem: Pixabay
POLÊMICA

Alemanha pretende banir glifosato em 2024

Objetivo é preservar a presença de polinizadores no campo
Por: -Leonardo Gottems

O governo alemão apresentou essa semana um projeto de lei para banir totalmente o uso do herbicida glifosato no país a partir de 2024. Além disso, a iniciativa do executivo alemão pretende restringir o uso de defensivos agrícolas nas proximidades de fontes hídricas e em áreas protegidas.

De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Svenja Schulze, o objetivo é preservar a presença de polinizadores no campo. “A morte dos insetos deve ser contida, no interesse de todos”, afirmou a titular da pasta, citada em um comunicado.

Segundo a nota oficial do governo alemão, o projeto foi construído a partir de um difícil compromisso entre os Ministérios do Meio Ambiente com o ministério da Agricultura. A proposta prevê uma “proibição do uso de pesticidas perto dos rios”, em princípio por um perímetro de cinco a dez metros.

A ministra da Agricultura da Alemanha, Julia Klöckner, explica que será aceita uma certa flexibilidade em função da vegetação presente nas margens. De acordo com ela, o governo deixará para as autoridades locais decidirem o número exato, porém dentro do limite de uma distância mínima.

Os agricultores locais criticam o projeto de lei afirmando que ele coloca em risco a subsistência das produções familiares e que as proibições seriam menos eficazes na promoção da biodiversidade do que a cooperação entre agricultores e conservacionistas. Joachim Rukwied, diretor da associação de produtores alemães, disse que essa legislação proposta é o caminho errado para alcançar uma maior proteção ambiental.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink