Algodão/CEPEA: Baixa oferta sustenta preços

Agronegócio

Algodão/CEPEA: Baixa oferta sustenta preços

Poucos vendedores que já possuem a pluma da safra 2010/11 não têm sido flexíveis nos preços pedidos
Por:
686 acessos

As cotações do algodão em pluma seguem firmes no mercado interno, segundo levantamentos do Cepea, devido à baixa disponibilidade do produto para pronta-entrega no Brasil. Entre 31 de maio e 7 de junho, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias subiu 1,05% fechando a terça-feira a R$ 2,3419/lp. Os poucos vendedores que já possuem a pluma da safra 2010/11 ou mesmo pequenos lotes da safra anterior não têm sido flexíveis nos preços pedidos. Assim, compradores que precisam dar continuidade à produção aceitam tais valores. Mesmo assim, adquirem apenas pequenos volumes. Já para entregas futuras, as negociações estão mais aquecidas. Produtores nacionais aproveitam os bons níveis de preços especialmente no mercado futuro e negociam novos lotes para exportação da próxima safra, a 2011/12 brasileira.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink