Algodão/Cepea: Oferta se eleva e intensifica quedas

Agronegócio

Algodão/Cepea: Oferta se eleva e intensifica quedas

Os preços do algodão em pluma passaram a cair com um pouco mais de força nesta segunda metade do mês.
Por:
533 acessos

Os preços do algodão em pluma, que estiveram enfraquecidos na primeira quinzena de agosto, passaram a cair com um pouco mais de força nesta segunda metade do mês, pressionados pelo aumento na oferta. Segundo pesquisadores do Cepea, apesar de a maior parte dos cotonicultores seguir retraída – focada no cumprimento de compromissos e disponibilizando poucos lotes no spot –, as tradings estão mais ativas no mercado, vendendo a pluma.

Indústrias, por sua vez, adquirem volume suficiente apenas para atender demandas imediatas, à espera de quedas maiores nos preços. Além disso, alguns compradores relatam que a qualidade de parte dos lotes não atende às necessidades das empresas, que ficam na expectativa de que o avanço do beneficiamento da safra 2015/16 eleve o volume de pluma de qualidade superior. Assim, entre 16 e 23 de agosto, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias, referente à pluma 41-4, posta em São Paulo, cedeu 1%, fechando a R$ 2,5266/lp nessa terça-feira, 23. Na parcial deste mês, o Indicador acumula queda de 4%.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink