Algodão/Cepea: Vendedor e comprador se retraem e cotações se estabilizam

Agronegócio

Algodão/Cepea: Vendedor e comprador se retraem e cotações se estabilizam

O ritmo de comercialização envolvendo o algodão em pluma está fraco no mercado brasileiro
Por:
217 acessos

O ritmo de comercialização envolvendo o algodão em pluma está fraco no mercado brasileiro e, com isso, os valores registram apenas pequenas oscilações. Segundo pesquisadores do Cepea, compradores e vendedores demonstram baixo interesse em negociar, tanto para entregas imediatas como para longo prazo. Assim, os poucos fechamentos envolvem lotes de pequenos volumes.

Entre 11 e 18 de outubro, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias, referente à pluma 41-4, posta em São Paulo, subiu ligeiro 0,12%, fechando a R$ 2,5123/lp nessa terça-feira, 18. Já na parcial de outubro (até o dia 18), o Indicador acumula queda de 0,48%. Apesar da grande variedade na qualidade dos lotes disponibilizados no spot, vendedores estão firmes nos valores de negociação, enquanto os poucos compradores ativos ofertam preços menores. Até o final deste ano, contratos ainda precisam ser cumpridos por cotonicultores, limitando as negociações no spot.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink