Algodão colorido é destaque no Fashion Rio – inverno 2012
CI
Agronegócio

Algodão colorido é destaque no Fashion Rio – inverno 2012

O algodão colorido, desenvolvido pela Embrapa Algodão, foi mais uma vez destaque no Rio-à-Porter
Por:
O algodão colorido, desenvolvido pela Embrapa Algodão, foi mais uma vez destaque no Rio-à-Porter, salão de negócios oficial do Fashion Rio, desta feita na coleção de inverno 2012. A 19º edição do evento contou com a participação do grupo Natural Cotton Color, de João Pessoa, que utiliza o algodão colorido como matéria prima dos seus produtos e apresentando roupas, acessórios, itens de decoração e bichinhos.

O ponto filé – renda aberta tradicional no Nordeste – tem sido muito utilizado valorizando as peças e mais que isso ampliando o leque da cadeia produtiva de modo sustentável, buscando novas tendências e novos mercados. Os produtos apresentados são confeccionados por artesãs do brejo paraibano.

As marcas da Natural Cotton Color são credenciadas pela Embrapa Algodão com o selo Algodão Cor Natural, que garante ao consumidor a autenticidade do produto. Entre os parceiros autorizados a utilizar a marca "Algodão Cor Natural” da Embrapa estão: Algodoeiro Eco Fashion, Casulo Arte Natural, Coopnatural /Natural Fashion - Cooperativa de Produção Têxtil Afins do Algodão do Estado da Paraíba, Capuchos, D’Cotton, Entre Fios, Francisca Gomes Vieira, Kairóz, Maria Xique, Rubra Rosa e Virgulino.

Desde 2004, na São Paulo Fashion Week, o algodão colorido vem conquistando espaço nas passarelas. Essa projeção teve início com Ronaldo Fraga, primeiro grande estilista que acreditou no potencial do produto quando apresentou sua coleção de inverno. A moda sustentável ganhou destaque. Em 2009, o algodão colorido da Embrapa esteve presente na edição primavera/verão da Prêt à Porter de Paris, a mais importante feira internacional de moda do mundo. De lá para cá as peças confeccionadas com as variedades do algodão colorido têm encontrado comércio garantido no mundo da moda.

Conhecendo mais o algodão colorido

Por se tratar de um produto social e ecologicamente correto, a pluma do algodão colorido tem tido crescente procura tanto no mercado nacional como internacional. Atualmente, ele é exportado para países como Estados Unidos, Alemanha, Portugal, Espanha, Itália, Suíça, França, Inglaterra, Dinamarca, Japão, entre outros.

As variedades naturalmente coloridas pesquisadas pela Embrapa Algodão dispensam o uso de corantes químicos, por isso não poluem o meio ambiente e ainda representam uma economia de cerca de 70% de água no processo de acabamento da malha. Além disso, o algodão colorido constitui uma importante fonte de renda para cerca de mil agricultores familiares dos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará, que colhem o produto à mão e conseguem obter um preço acima do algodão convencional.

Ao todo, a Embrapa Algodão já disponibilizou cinco variedades diferentes de algodão colorido no mercado, em tonalidades que vão do verde claro aos marrons claro, escuro e avermelhado. A primeira foi a BRS 200 Marrom, lançada em 2000; em seguida veio a BRS Verde, em 2003; e a BRS Safira e a BRS Rubi, ambas em 2005, e, por último, a BRS Topázio, lançada em 2010. As variedades coloridas foram obtidas via processos convencionais do melhoramento genético sem uso de transgenes.
*Colaboração Jany Cardoso e Lidiane Neves

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.