Algodão colorido será revitalizado na Paraíba
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Agronegócio

Algodão colorido será revitalizado na Paraíba

Cultura do algodão colorido será revitalizada em 22 municípios paraibanos
Por:
2141 acessos
A cultura do algodão colorido será revitalizada em 22 municípios paraibanos polarizados por Patos na safra 2010-2011. Para isso, o Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS) realizou na quarta-feira (19), uma reunião na sede da Associação Comercial e Industrial em Patos com mais de 50 pessoas, representantes de associações, sindicatos, conselhos municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), entre outros. Serão atendidos 396 agricultores com a entrega de 7 toneladas de sementes.

De acordo com o presidente da Emater-PB, Lino Gonçalves Nonato, serão plantados 600 hectares de algodão colorido, sendo 2 toneladas de sementes da variedade verde, 4 toneladas da variedade topázio e 1 tonelada da variedade rubi. Mas, os agricultores interessados precisam cumprir alguns critérios, como: ser membro de uma associação rural, possuir a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e está inscrito no Garantia Safra.

Ele lembrou que é preciso escolher a área de plantio e cumprir a data de semeaduras que deve ser até o dia 18 de fevereiro, conforme o zoneamento agrícola. Além disso, é preciso realizar o controle de pragas, como o bicudo, ter um local apropriado para o armazenamento da colheita, entre outros.

O presidente da Emater-PB afirmou que o transporte e comercialização da safra do algodão colorido já estão garantidos e serão feitos pela Cooperativa Agrícola Mista de Patos Ltda (Campal) que pagará o preço mínimo de R$ 2,00 pelo quilo.

As prefeituras dos 22 municípios polarizados por Patos também serão aliadas na produção do algodão colorido no próximo ano, e neste sentido, farão o transporte da safra, apoiarão na execução do Programa Garantia Safra e disponibilizarão tratores para o corte das propriedades.

O encontro de trabalho serviu ainda para discutir outras políticas de ações do Governo para a área agrícola no próximo ano, como a distribuição de sementes selecionadas, a Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa que acontece em duas etapas do ano (março e outubro) e o Programa Garantia Safra.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink