Alimentação puxa custo de produção do leite
CI
Imagem: Marcel Oliveira
SETEMBRO

Alimentação puxa custo de produção do leite

O grupo alimentação concentrada teve variação de 14,10% em apenas um mês
Por: -Eliza Maliszewski

O Índice de Custo de Produção de Leite da Embrapa que mede a variação mensal do custo de produção de leite em propriedades localizadas em Minas Gerais teve um fator inédito em setembro. A maioria dos grupos que compõe o indicador apresentou estabilidade de preços, como energia e combustível, reprodução, mão-de-obra, ou sal mineral, com pequena variação de 0,02% e produção e compra de volumosos (0,80%). Ocorreu até deflação com o grupo qualidade do leite (-1,47%).

Por o outro lado o grupo alimentação concentrada teve variação de 14,10% em apenas um mês, o que levou o ICPLeite/Embrapa para o valor de 5,75%. Em agosto o ICPLeite registrou alta de 0,90%.

O terceiro trimestre de 2020 acumulou inflação de 11,66%. O grupo alimentação concentrada, registrou alta de 25,04%, seguida pelo grupo qualidade do leite, 6,98%. A variação de mão-de-obra se manteve em 4,69%, o grupo sanidade acumulou 3,21% e energia e combustível que também não variou, continua com o acumulado de 3,08%. sal mineral, variou 2,80% e produção e compra de volumosos aumentou 1,58%. O único grupo que variou negativamente foi reprodução, apresentando queda de -1,28%.

A variação do acumulado de 12 meses foi 15,97%. A alimentação concentrada variou 36,59% no período


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink