Alta do algodão na quinta-feira em Nova York
CI
Agronegócio

Alta do algodão na quinta-feira em Nova York

O que pesou para a decisão de compra dos traders foi a projeção de queda dos estoques finais mundiais
Por:

"Efeito USDA". O mesmo relatório do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) que provocou a elevação das cotações de trigo, milho e soja na bolsa de Chicago causou também a alta do algodão na quinta-feira (12) em Nova York. Os contratos com vencimento em dezembro registrou alta de 265 pontos e encerrou o pregão negociados a 83,55 centavos de dólar por libra-peso, maior patamar em dez meses e meio, conforme a agência Dow Jones Newswires. O que pesou para a decisão de compra dos traders foi a projeção de queda dos estoques finais mundiais da commodity, conforme os analistas consultados pela agência. No mercado interno, o indicador Cepea/Esalq para a libra-peso de algodão em pluma subiu 1,1%, para R$ 1,7211. A alta em agosto é de 5,48%.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink