Alta para o produtor no pagamento de março, mas em intensidade menor

Leite

Alta para o produtor no pagamento de março, mas em intensidade menor

Preços ao produtor subiram pelo terceiro mês consecutivo, porém, a intensidade das altas foi menor
Por:
245 acessos

Os preços ao produtor subiram pelo terceiro mês consecutivo, porém, a intensidade das altas foi menor, comparativamente com o pagamento anterior.Considerando a média nacional ponderada dos 18 estados pesquisados pela Scot Consultoria, o aumento foi de 2,9% no pagamento realizado em março/19, que remunera a produção entregue fevereiro.

Na comparação com o mesmo período do ano passada, o produtor está recebendo 15,0% mais este ano em valores reais ou 6,7% de alta descontando a inflação nos últimos doze meses (IGP-DI). 

Apesar da queda na produção de leite nos principais estados produtores nos últimos meses, a demanda interna não reagiu e a oferta de matéria-prima atende à demanda das indústrias, sem muitos problemas. A queda nos preços do leite no mercado spot e os recuos dos produtos lácteos no atacado corroboram com este cenário.

Para o pagamento a ser realizado em abril/19, que remunera a produção entregue em março/19, em nível nacional, 74% dos laticínios pesquisados pela Scot Consultoria acreditam em manutenção no preço do leite ao produtor, 18% estimam alta e os 8% restantes falam em queda, em relação ao pagamento anterior. Estas porcentagens refletem o sentimento de incertezas dos agentes de mercado com relação a evolução da demanda e sustentação dos preços ao produtor nos próximos pagamentos.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink