Altônia

Altônia: Emater discute com produtores de leite planejamento de trabalho

Os eventos ocorreram no Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município
Por:
82 acessos

A Emater de Altônia, através do extensionista Jorge Luiz Pereira de Oliveira, realizou duas oficinas com os grupos de produtores de Leite denominados Estrada Circular e São Lucas, 22 e 23 de novembro, respectivamente. Os eventos ocorreram no Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, com o objetivo de discutir o planejamento do trabalho para 2018, buscando assim a validação, junto aos produtores, do Plano de Ação proposto para os referidos grupos, bem como buscar o comprometimento dos seus integrantes na execução do trabalho ao longo do próximo ano.

O grupo São Lucas é composto por 12 famílias, distribuídas em oito comunidades rurais, e o grupo Estrada Circular com 16 famílias de outras seis comunidades do município, sendo que duas são unidades de referência do projeto Leite Mais Arenito, um dos projetos estratégicos definidos pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento para a Grande Área do Arenito.

Nas duas oficinas, o projeto Leite Mais Arenito foi apresentado pelo extensionista Jorge Luiz Pereira de Oliveira. Cada item abordado foi detalhadamente explicado e discutido, dando aos produtores a oportunidade de esclarecerem as dúvidas existentes. A explanação contemplou os seguintes pontos: Foco do projeto, Escopo do projeto, Grupo base do time do leite e procedimentos/ações nas unidades de produção familiar (Diagnóstico anual, Planejamento das propriedades, Periodicidade de visitas, Planejamento forrageiro, Produção de forragens, Nutrição de precisão, Controle reprodutivo, Sanidade animal, Criação de bezerras e novilhas, Melhoria na qualidade do leite, Adequação ambiental da propriedade, Ambiência dos animais, Organização do trabalho e Orientação na gestão técnica e econômica da atividade).

Também foram discutidos os índices técnicos a serem perseguidos, a saber: Produção de leite, Taxa de lotação de pastagens, Parâmetros de qualidade do leite (CCS e CPP), Intervalo entre partos, Idade das novilhas na primeira cria, Relação de vacas no rebanho, Relação entre vacas lactantes e vacas secas e Percentual de novilhas no rebanho.

Após o debate sobre as ações técnicas previstas no projeto e também sobre a metodologia a ser adotada na execução das mesmas ao longo do ano de 2018, foi assinado pelos produtores e pelo extensionista o Termo de Produtor Colaborador; como forma de firmar o compromisso mútuo de realização do trabalho planejado.

Na avaliação do médico veterinário Jorge de Oliveira, a iniciativa de realizar tais oficinas, visando a elaboração do Planejamento/2018, de forma participativa com o público envolvido, trouxe resultados positivos, uma vez que, tanto na sua opinião como na dos próprios produtores participantes, houve a percepção de que tais eventos contribuíram para um melhor entendimento do papel do extensionista e do produtor na busca pela melhoria do desempenho produtivo e econômico nas propriedades assistidas pela Emater.

Emater
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink