Alunos concluem curso Técnico em Agronegócio

Agronegócio

Alunos concluem curso Técnico em Agronegócio

A cada projeto de conclusão de curso que era apresentado, a emoção do dever cumprido se espalhava pela sala de aula
Por:
711 acessos

O nervosismo era grande, mas a cada projeto de conclusão de curso que era apresentado, a emoção do dever cumprido se espalhava pela sala de aula. Os sentimentos se misturavam durante todo o processo de apresentação dos projetos finais da disciplina Tópicos Especiais, última unidade curricular da grade do curso Técnico em Agronegócio, oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Sergipe (SENAR Segipe) através da Rede e-Tec Brasil no SENAR. Os formandos são das duas turmas pioneiras do curso no estado - polos das cidades de Arauá e Carira.

Foram apresentados projetos em dupla e individual para uma banca examinadora composta de tutor convidado, Thiago Tavares e dois orientadores, João Paulo Silva Souza e Adriana Amparo. Para avaliação, eles levaram em conta critérios como clareza na apresentação e domínio do tema.

O presidente do Sistema FAESE/ SENAR Sergipe, Ivan Sobral, disse que a apresentação dos alunos que era um dia de alegria. “Através de vocês estamos vendo o desafio da educação formal cumprido em Sergipe, é um dia para comemorar”.

Após a sua apresentação, o concludente Cleberton Ribeiro Araújo, fez agradecimentos. “Pais, amigos, tutores, coordenação do SENAR, são muitos agradecimentos que preciso fazer, eu não chegaria ao final do curso sozinho”.
Mayk do Nascimento Silva é estudante de agronomia, mas já pensa em desenvolver seu trabalho do curso profissionalizante. “A produção de milho hidropônico com e sem uso de substrato e diferentes fontes de nutrição já é uma realidade e pode ser desenvolvido em escala maior, graças ao aprendizado que recebi no curso técnico posso trabalhar com a hidropônia”.

Taynã Matos, coordenadora do curso Técnico em Agronegócio, pediu que os alunos não perdessem o foco de trabalho. “O campo tem oportunidades e todas elas estão a disposição de cada um de vocês, então, as abrace e desenvolvam tudo o que você aprenderam durante esses dois anos”.

Para o superintendente do SENAR Sergipe, Denio Leite, o desafio agora são os alunos levarem para a prática o que apresentaram teoricamente. “Os projetos apresentados podem se tornar fonte de renda para os produtores, mas depende agora dos formandos incentivar a execução dos projetos”.

O tutor convidado, Thiago Tavares observou que os alunos se sentiram desafiados em desenvolver seus trabalhos. “Vocês apresentaram temas importantes para a região, são trabalhos conceituais, informativos e dentro do que foi abordado em sala de aula. Estão todos de parabéns por terem absorvido muito bem a essência do curso Técnico em Agronegócio”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink