Alunos do curso Técnico em Agronegócio do SENAR-PB vivenciam prática ensinada em sala de aula

Agronegócio

Alunos do curso Técnico em Agronegócio do SENAR-PB vivenciam prática ensinada em sala de aula

Durante o mês de junho, as turmas do curso Técnico em Agronegócio dos três polos presenciais na Paraíba passaram por uma intensa rotina de atividades.
Por:
1096 acessos

Durante o mês de junho, as turmas do curso Técnico em Agronegócio dos três polos presenciais na Paraíba passaram por uma intensa rotina de atividades. Os alunos tivaram aulas sobre "Qualidade e Segurança Alimentar”, “Responsabilidade Social e Ambiental” e “Técnicas de Produção Vegetal e Animal”, que são algumas das unidades curriculares práticas do curso de Técnico em Agronegócio.

Durante todas as etapas da formação, os alunos conhecem as práticas ligadas às atividades do campo, que são ensinadas durante as aulas teóricas. O curso é oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) em parceria com o Ministério da Educação (MEC), por meio da Rede e-Tec Brasil, inserida no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). Na Paraíba, beneficia aproximadamente 300 pessoas nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Alagoa Grande.

Para a coordenadora regional da Rede e-Tec do SENAR-PB, Poliana Queiroz, “com as aulas práticas, os alunos têm a possibilidade de aproximar os assuntos que estão estudando no ambiente virtual de aprendizagem e nas aulas teóricas, com a realidade da região. Essa experiência de contato com propriedades e empresas rurais tem feito a diferença na formação deles, pois conseguem aprender com quem já tem experiência na área e estão cada vez mais próximos do mercado de trabalho”, enfatizou.

As turmas do polo de Alagoa Grande estudaram a unidade curricular de “Qualidade e Responsabilidade Ambiental” e vivenciaram a prática de ensino visitando o Abatedouro Vera Cruz, que fica em Campina Grande. Lá eles puderam identificar todas as etapas do processamento que envolve o abate até a comercialização de produtos.

O tutor da unidade, Osvaldo Barbosa, explica que quando os estudantes vão para as indústrias, já sabem identificar todas as etapas. “Lá conseguem observar como é produzido o produto de origem animal, a padronização e qualidade, alguns patógenos que envolvem esses tipos de alimentos, controle de processamento e risco químico e físico que pode danificar a saúde do consumidor, o que deveria ser feito e não foi executado e como tomar as medidas corretivas”, disse.

Para Izabelly Pontes, o Técnico em Agronegócio superou as suas expectativas. A aluna descobriu o curso do SENAR-PB por indicação de amigos da graduação em Agronomia na Universidade Federal da Paraíba. “Me surpreendi com o curso, pois o material online é de excelente qualidade, assim como as aulas presenciais. Vi que isso me deu uma ampla visão de como eu vou trabalhar futuramente, e adquiri mais experiência no campo”, disse.

O tutor Luciano Targino destaca que as aulas práticas despertam o interesse dos alunos, que muitas vezes não possuem uma vivência mais real das atividades rurais e com isso, utilizam essa carga horária como um complemento à sua formação. “A iniciativa do SENAR-PB é muito importante e engrandece o agronegócio, pois ninguém está ali por obrigação. Estão por que gostam, porque tem interesse e inclinação para o setor”, falou. Ele ressalta que, apesar de grande parte dos alunos já vierem com uma bagagem em alguma área do agro, pessoas de outras áreas de conhecimento também podem somar e contribuir com o crescimento do estado.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink