Ameaça na demanda devido a novos "lockdowns" faz preços do açúcar sofrerem forte queda
CI
Imagem: Pixabay
MERCADO

Ameaça na demanda devido a novos "lockdowns" faz preços do açúcar sofrerem forte queda

Os preços do açúcar acompanharam a queda generalizada das principais commodities mundiais
Por:

Os preços do açúcar acompanharam a queda generalizada das principais commodities mundiais nesta quinta-feira (29) e fecharam com forte baixa nas bolsas de Nova York e Londres. As desvalorizações refletem as novas medidas de "lockdowns" na Europa, além da liquidação de posições compradas por fundos, que querem reduzir a exposição antes da eleição norte-americana da próxima semana.

O contrato futuro para março/21 negociado na ICE, de Nova York, fechou cotado em 14,40 centavos de dólar por libra-peso, queda de 49 pontos no comparativo com a véspera. Já a tela para maio/21 recuou 39 pontos, negociada em 13,49 cts/lb. Os demais contratos caíram entre 20 e 32 pontos.

Operadores ouvidos pela Agência Reuters destacaram que a queda de preços de ontem "faz parte de uma aversão geral ao risco entre os donos do dinheiro, especialmente com os novos ´lockdowns´. O petróleo também não parece estar muito bem".

Londres

Em Londres, o açúcar branco também fechou no vermelho em todas as telas. O vencimento dezembro/20 foi negociado em US$ 386,60 a tonelada, recuo de 10 dólares no comparativo com o dia anterior. Já a tela para março/21 foi vendida a US$ 390,90 a tonelada, baixa de 9,60 dólares. Os demais contratos recuaram entre 5,10 e 8,50 dólares.

Mercado interno

No mercado doméstico, medido pelo Cepea/Esalq, da USP, a saca do açúcar cristal fechou com pequena variação positiva, negociada em R$ 100,39, contra R$ 100,36 da véspera, pequeno aumento de 0,03% no comparativo entre as datas.

Etanol hidratado

Pelo Indicador Diário Paulínia, o etanol hidratado registrou sua segunda desvalorização consecutiva ontem, com o metro cúbico comercializado em R$ 2.100,00, contra R$ 2.104,50 da véspera, recuo de 0,21% no comparativo entre as datas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink