Agronegócio

Amostragem de lotes de sementes garante a certificação e comercialização

Para garantir técnicos capacitados, Aprosmat realizou o XI Curso Teórico e Prático de Formação Amostra de Sementes para associados e colaboradores.
Por:
584 acessos

Para garantir técnicos capacitados a fim de cumprir exigências legais de amostragem de sementes, a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) realizou o XI Curso Teórico e Prático de Formação Amostra de Sementes para associados e colaboradores.

A função da amostragem de sementes é retirar uma quantidade representativa que seja suficiente para que possa ser feita a análise e uma inferência sobre a qualidade de um lote a ser comercializado. A amostragem é a ferramenta que garante a certificação e comercialização de um lote.

De acordo com a professora doutora da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Maria Laene Moreira de Carvalho, este tipo de treinamento é uma oportunidade para os técnicos adquirirem conhecimento sobre os princípios básicos de amostragem de sementes. “Um bom amostrador de sementes tem que está atento, tanto à homogeneidade do lote que vai mostrar, quanto à representatividade da amostra que vai conseguir. A amostragem reflete aquilo que lote tem e se não for bem feita, nenhum resultado de analise será eficiente. É importante mostrar corretamente para que se tenha um retrato fiel do lote”, explica a professora. 

O também professor doutor da UFLA, Renato Mendes Guimarães repassou aos  participantes conhecimentos sobre a garantia da qualidade de amostragem de sementes, legislação e responsabilidade do amostrador perante a sociedade e perante a lei. “Também foi discutido sobre heterogeneidade de lote, cálculos que precisam ser feito para saber quando um lote é heterogêneo que é parte fundamental na amostragem e ainda sobre frequência de amostragem. Assuntos que um produtor precisa ter conhecimento”, ressaltou Guimarães.

Para compor o grupo de ministrantes do curso, também esteve presente o professor mestrado em Agronomia, João Almir de Oliveira também da UFLA. Ambos possuem experiência na área de Agronomia, com ênfase em produção, tecnologia e beneficiamento de sementes.

“A associação vem em uma sequência de cursos, palestras e capacitações para garantir a qualidade do corpo técnico que presta serviço aos nossos associados”, afirmou o presidente da Aprosmat, Carlos Ernesto Augustin. 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink