Ampliação do plano safra incluiria todos os bancos

Agronegócio

Ampliação do plano safra incluiria todos os bancos

A proposta de ampliação do plano de safra e criação de uma linha de financiamento com período de quatro anos não ficará restrita ao BB
Por: -Redação
3 acessos

A proposta do vice-presidente interino de agronegócios do Banco do Brasil, Dercí Alcântara, de ampliar o plano de safra e criar uma linha de financiamento do setor com período de quatro anos não ficará restrita ao banco estatal. A idéia, que ainda está em fase de estudos e precisa ser aprovada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), pode servir de alternativa a outros agentes financeiros interessados em financiar o agronegócio e pode já constar no Plano Agrícola e Pecuário da safra 2007/08, que deve ser anunciado em junho de 2007.

Segundo fontes do Banco do Brasil, a proposta apresentada na semana passada é de que alguns produtores, selecionados segundo o histórico e o perfil, tenham uma espécie de crédito pré-aprovado e rotativo junto aos bancos com prazo de quatro anos e renovado automaticamente conforme sejam quitadas as primeiras retiradas. “Não seria obrigação, mas uma opção a mais para os bancos privados”, diz fonte.

Na avaliação do assessor técnico da Federação Brasileira de Bancos, Ademiro Vian, a liberação de crédito para o setor deveria ser constante e não ter um prazo, como propõe a diretoria do Banco do Brasil. “Ainda não fomos chamados para conversar e não é possível fazer análise do plano, mas acredito que o crédito deveria ser eterno e não de quatro anos.”

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink