Amvale discute adesão a sistema de inspeção de produção animal em MG
CI
Agronegócio

Amvale discute adesão a sistema de inspeção de produção animal em MG

Ideia é elaborar um diagnóstico da realidade da agroindústria familiar
Por:

Amvale promove na sexta-feira, dia 25, às 14h, no mezanino da Secretaria da Fazenda/Prefeitura Municipal de Uberaba, na avenida Dom Luiz Maria de Santana, nº 141, Santa Marta (MG), encontro com secretários de Agricultura dos municípios e profissionais de áreas afins.

O objetivo é elaborar um diagnóstico da realidade da agroindústria familiar nos municípios, bem como qualificar a demanda, orientando as metas e ações da implantação do Serviço de Inspeção. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento alterou a Instrução Normativa nº 19/2006, que institui o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi/POA) para desburocratizar a inclusão de estados, municípios e consórcios.

Com a publicação da Instrução Normativa n° 36, o governo pretende que a adesão se torne mais fácil e visa a ampliar a quantidade de serviços de inspeção locais equivalentes ao federal, mantendo as garantias de segurança e inocuidade dos alimentos. Desta maneira, estados, municípios e consórcios estarão aptos a qualificar indústrias locais a comercializar sua produção em todo o país.

Por isso, a Amvale (Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande) reúne secretários de Agricultura dos municípios associados para viabilizar a implantação do programa de adesão aos serviços do Sisbi/POA. Para o secretário Executivo da Amvale, Antônio Oliveira, esta é uma ação importante para a região. “É um assunto que vem sendo discutido no Estado de Minas Gerais e em todo o país como uma forma de padronizar e garantir a qualidade dos alimentos que são produzidos na nossa região. Com isso, podemos ajudar o pequeno produtor rural, ou seja, as famílias a melhorar a sua renda produzindo de forma correta para que possam colocar os produtos no mercado.

Hoje temos muitas famílias que produzem queijo, ovo caipira, farinha, entre outros, que não conseguem colocar sua produção no mercado, por melhor qualidade que ela tenha, pelo fato de não cumprir as normas estabelecidas pela Instrução Normativa”, avalia. A adesão dos municípios será de forma coletiva através do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Grande (Convale).

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink