Análise Agrolink: Soja cancelada no Brasil ainda não repercute nos EUA
CI
Agronegócio

Análise Agrolink: Soja cancelada no Brasil ainda não repercute nos EUA

Bolsa de Chicago registrou baixa de US$ 0,04 na commodity
Por: -Leonardo Gottems
O cancelamento de quase 2 milhões de toneladas de soja comprada no Brasil pelo maior trader da China, o Grupo Sunrise, ainda não repercutiu no mercado norteamericano. A Bolsa de Cereais de Chicago registrou baixa de US$ 0,04 no preço da commodity nos contratos comercializados para Maio deste ano, com mercado observando realização de lucros na transição entre as safras novas e antigas.

O Grupo Sunrise, porém, não indicou se as compras se voltariam para os EUA, dado os atrasos nos embarques de exportação nos porto brasileiros. Com isso, a demanda na América do Norte continua fraca esta semana. Analistas afirmam que os estoques de soja na China continuam a operar em níveis historicamente baixos, o que sugere que a demanda ainda é grande, mas os embarques simplesmente não estão chegando a tempo.



Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.