Análise Semanal do Mercado de Trigo
CI
Agronegócio

Análise Semanal do Mercado de Trigo

Comentários referentes ao período entre 03/05/2013 a 09/05/2013
Por:
Comentários referentes ao período entre 03/05/2013 a 09/05/2013
 
Prof. Dr. Argemiro Luís Brum¹
Emerson Juliano Lucca²


As cotações do trigo em Chicago, após recuarem durante a semana, registraram forte recuperação neste dia 09/05, quando o fechamento atingiu a US$ 7,16/bushel, após US$ 6,96 na véspera e US$ 7,18 uma semana antes.
 
O mercado espera com certa ansiedade o relatório de oferta e demanda do USDA, previsto para este próximo dia 10/05, o qual comentaremos com detalhes em nosso próximo boletim. O mercado projeta que os estoques finais do ano 2012/13 venham a 19,9 milhões de toneladas e para a safra nova cheguem a 17,1 milhões de toneladas.

 
Enquanto isto, as vendas líquidas de trigo por parte dos EUA, para o ano 2012/13, atingiram a 219.200 toneladas na semana encerrada em 25/04. A Espanha foi o principal comprador com 70.000 toneladas. Já as vendas para o ano 2013/14, que se iniciará em 1º de junho, chegaram a 497.300 toneladas na mesma data. A Guatemala foi o principal comprador com 184.000 toneladas. Paralelamente, as inspeções de exportação de trigo dos EUA atingiram a 452.818 toneladas na semana encerrada em 02/05. No acumulado do ano comercial, iniciado em 1º de junho/12, as inspeções somam 25 milhões de toneladas, contra 25,7 milhões no ano anterior na mesma época.
 
Vale destacar que um terço do trigo de inverno dos EUA está entre boas a excelentes condições, algo que não era visto desde 1996. Efetivamente, até o dia 05/05 as condições das lavouras de trigo de inverno nos EUA indicavam 32% entre boas a excelentes, 29% regulares e 39% entre ruins a muito ruins. Projeta-se um recuo de 4% na área total a ser colhida com trigo nos EUA nesta safra. A produção total deverá recuar 9% em relação ao ano anterior, esperando-se que a Rússia e a União Europeia compensem com maior produção. (cf. Safras & Mercado)

 
Por outro lado, no Mercosul, a comercialização é lenta. Espera-se uma área maior para a próxima safra na região. Por enquanto, em Bahia Blanca a tonelada ficou em US$ 320,00 na compra, com recuo de 8,6% em um mês. No Uruguai a tonelada ficou em US$ 300,00 igualmente na compra, enquanto no Paraguai a mesma ficou cotada a US$ 290,00. Já o trigo para exportação no Brasil ficou indicado em US$ 300,00/tonelada FOB. (cf. Safras & Mercado)
 
No mercado brasileiro, os preços do trigo fecharam a semana com a média no balcão gaúcho valendo R$ 30,85/saco, enquanto os lotes permaneceram entre R$ 650,00 e R$ 670,00/tonelada. No Paraná os lotes oscilaram entre R$ 730,00 e R$ 760,00/tonelada. Nas últimas cinco semanas, particularmente, registrou-se um recuo nos preços do cereal brasileiro devido aos leilões de venda da Conab e às importações de fora do Mercosul, isentas da Tarifa Externa Comum (TEC).

 
Aliás, no que tange aos leilões da Conab, no dia 02/05 os mesmos negociaram 55,5% das 72.000 toneladas disponibilizadas. A demanda foi menor do que nos leilões anteriores, porém, ainda é importante, pois há falta de produto de qualidade. Um novo leilão está previsto para o dia 16/05 com oferta de 82.389 toneladas de produto localizado no Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.
 
Quanto ao plantio da atual safra, no Paraná o mesmo chega a 20% da área esperada, enquanto no Rio Grande do Sul o mesmo começa a ganhar mais velocidade.
 
Enfim, na paridade de importação, o produto argentino, ao câmbio de R$ 2,00, é posto nos moinhos paulistas a R$ 752,00/tonelada. Nestas condições, o produto do norte do Paraná seria vendido por até R$ 644,00/tonelada.


¹Professor do DACEC/UNIJUI, doutor em economia internacional pela EHESS de Paris-França, coordenador, pesquisador e analista de mercado da CEEMA.
²Economista, Mestre em Desenvolvimento, Analista e responsável técnico pelo Laboratório de Economia Aplicada e CEEMA vinculado ao DACEC/UNIJUÍ.

 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.