André aposta no crescimento de mercado para a pecuária sustentável de MS

Agronegócio

André aposta no crescimento de mercado para a pecuária sustentável de MS

Expectativa do governador é que a pecuária de MS seja ainda mais conhecida no mundo
Por:
198 acessos
Os painéis, palestras e atividades complementares do Congresso Internacional da Carne tiverem início nesta quarta-feira (8), com a perspectiva de que o evento seja uma grande vitrine para tornar a pecuária de Mato Grosso do Sul ainda mais conhecida no mundo. Essa é a expectativa do governador André Puccinelli, que aposta no potencial do Estado para produção ambientalmente sustentável da carne, contando com as condições naturais e as parcerias com entidades de tecnologia e pesquisa.


“Pretendemos mostrar que a nossa carne é de primeiríssima qualidade, por ter criação extensiva; por não ter problemas de doença como a da ‘vaca louca’; porque trabalhamos muito para erradicar a febre aftosa, e temos cuidado sanitário. E queremos cada vez mais aprimorar a produção, com a integração dos governos e com a importante parceria dos produtores”, afirmou o governador, ao participar da cerimônia que marcou início das exposições temáticas do Congresso, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, na Capital.

Diversificação sem perda de qualidade

Mesmo reiterando que a política de desenvolvimento de seu governo passa pelo incentivo à diversificação da matriz econômica, Puccinelli assegurou que a carne e os grãos, antes pilares únicos da economia, continuam mantendo o importante papel que desempenham ao longo de décadas no crescimento do Estado.


“Nós temos a convicção de que temos a melhor qualidade de carne do Brasil, então fizemos de tudo para trazer o Congresso para cá, porque vamos nos apropriar da carne saudável, da carne ecologicamente correta, da carne em criação extensiva, e será acoplada a grife da carne saudável com o Estado do Pantanal”.

André defendeu que o setor produtivo não seja condenado com base em equívocos quanto aos impactos ambientais, e propôs que sejam destacados os resultados de pesquisas que mostram, por exemplo, que em vez de vilã, a pecuária é uma aliada da sustentabilidade. Desempenhos como esse aparecem em pesquisas como as da Embrapa, que demonstram o recente aumento de produtividade, em contraponto à redução das áreas de criação. “O cientificismo é que deve conduzir os destinos, e não as paixões ideológicas”, disse o governador.


Por parte do governo do Estado, importantes investimentos foram feitos para apoiar a produção sustentável e a busca pela qualidade na agropecuária. O governador destacou entre essas iniciativas o investimento na Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), com a contratação de mais 74 técnicos para fazer extensão rural.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink