André diz que MS será modelo em identificação animal

Agronegócio

André diz que MS será modelo em identificação animal

Por:
153 acessos

Ontem à tarde o governador André Puccinelli (PMDB) acompanhou em uma propriedade rural da Capital o novo sistema de identificação e rastreabilidade animal que está sendo construído pelo governo. Ele declarou que a meta é fazer do Estado um modelo para o país e mundo.

Para a secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, Produção, Indústria, Comércio e Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa, o governo está empenhado em um projeto de qualidade sanitária, que será formatado ao lado da classe produtora. Ela disse que o projeto de rastreabilidade blindará a pecuária, facilitará a operação do sistema de identificação e terá controle sobre a movimentação dos animais, sem burocracia e de forma totalmente auditável.

Um dos principais destaques do projeto é o seu caráter de alimentação instantânea ao sistema de dados da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal). A idéia é facilitar ao máximo o processo de emissão da GTA (Guia de Trânsito Animal) e a identificação individual dos animais durante embarques e desembarques, dando total segurança ao produto em todas as fases da produção.

Desenvolvido há mais de um ano, o sistema apresentado nesta tarde contempla a identificação individual animal por meio de brinco com chip eletrônico. Uma nova solução para a emissão da GTA também foi apresentada: por meio de um leitor e de cartão magnético com chip de dados - similar ao adotado nas transações financeiras – será possível imprimir instantaneamente o lote a ser embarcado.

Quanto aos brincos com chip testados, eles também possuem interface com os cartões eletrônicos, e ainda, contam com comunicação inovadora de leitura. A tecnologia permite que os brincos sejam lidos eletronicamente durante o embarque com total segurança e agilidade.

O presidente do Sindicato Rural de Campo Grande, José Lemos Monteiro, ressaltou que o sistema é “fantástico”. Contudo, lembrou que ainda terá que ser avaliado sob o ponto de vista tecnológico.

Já o diretor-executivo da Abiec (Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne), Otávio Cançado, admitiu que a iniciativa do Estado já é modelo para o país. Ele acredita que a proposta será uma solução para o impasse com a União Européia.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink