Angus ganha espaço

Agronegócio

Angus ganha espaço

Pecuaristas do Centro-Oeste são os maiores compradores de sêmen da raça
Por: -Elaine Perassoli
938 acessos

Pecuaristas do Centro-Oeste são os maiores compradores de sêmen da raça. Entidades e empresas montam programas de incentivo

Das 1.5 milhão de doses de sêmen da raça angus negociadas em 2009, 50%, ou seja, 750 mil, foram vendidas para a região Centro-Oeste. Os dados de 2010 ainda estão sendo tabulados, mas de acordo com o coordenador do Programa de Carne Angus Certificada, Fábio Medeiros, os números irão superar os de 2009. "Estes dados mostram que a raça angus está sendo a mais procurada pelos criadores do Centro-Oeste para o cruzamento industrial. Estamos otimistas e com muitos planos para 2011".

Parcerias e projetos foram colocados em prática e a raça se tornou conhecida nacionalmente como principal produto para cruzamento industrial. Segundo Fábio uma parceria com o Marfrig e a VPJ Beef, que recebeu o nome de Marfrig Fomento, financia a inseminação artificial e garante a compra do animal terminado. O principal interesse do pecuarista é receber um valor a mais ao entregar o boi dentro dos padrões de qualidade exigidos.

A unidade do frigorífico instalada em Mineiros (GO), com capacidade de abater 1.200 animais por dia, garante a compra de bovinos num raio de 500 quilômetros. "Isso incluirá boa parte do território mato-grossense". Como a comercialização é o grande gargalo da pecuária brasileira, a garantia de compra estabelecida pela parceria é um ponto muito importante para ampliar o número de criadores de meio sangue angus em Mato Grosso. "Os pecuaristas têm tranquilidade de produzir um animal com qualidade porque têm a certeza da venda".

Outro ponto para ser comemorado é que em 2009, 80% das doses de sêmen de raças européias comercializadas no Brasil eram de angus. Conhecida internacionalmente pela qualidade da carne que é macia e saborosa, a raça uma das mais procuradas para o cruzamento industrial. A terminação é precoce e os exemplares têm facilidade de depositar gordura intramuscular, mais conhecido como marmoreio.

Outro programa que está crescendo e conquistando parceiros é o da Carne Angus Certificada, também criado pela Associação Brasileira de Angus. É um projeto que está contribuindo para a expansão da raça no Brasil. O objetivo é valorizar a carne de animais angus e suas cruzas e fortalecer a integração da cadeia produtiva. Fábio diz ainda que o programa também incentiva a produção de carne de alta qualidade. "O pecuarista pode receber até 6% a mais pela arroba do boi. Isso incentiva os criadores a investirem em qualidade".

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink