Agronegócio

Aos 25 anos, Tocantins é o 7º estado que mais cresceu em exportação

De janeiro a agosto de 2013, a soja foi produto mais exportado
Por:
1098 acessos
A exportação total do Tocantins cresceu 17,3% de janeiro a agosto deste ano, com relação ao mesmo período do ano passado, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Nos primeiros oito meses de 2012, o Estado arrecadou US$ 416.253.283 com exportação, enquanto no mesmo período deste ano foram arrecadados US$ 488.566.824 pelo setor. O resultado deste ano é 1.407 vezes maior que o de 1991, valor de US$ 347, ano em que os dados de exportações começaram a ser registrados pelo Ministério. O número representa um crescimento médio de 63% ao ano.

 
Com o aumento, o Estado ganha posição no ranking nacional com relação aos oito primeiros meses do ano passado. De 19º lugar em 2012, o Tocantins passou para a 18ª posição este ano, e é o sétimo estado brasileiro que mais cresceu no que diz respeito à exportação, com 17,37% de crescimento deste ano para o ano passado.
 
Produtos básicos lideram
 
A exportação de produtos básicos, como grãos e carnes e seus subprodutos, no Tocantins ainda lideram com US$ 480.727, o que corresponde a 98% do total arrecadado pelo Estado entre janeiro e agosto deste ano. No mesmo período do ano passado foram arrecadados US$ 415.133, o que representa 99,7% do total comercializado pelo Tocantins.

 
Nos primeiros oito meses de 2013 foi registrado um crescimento na exportação de produtos industrializados com relação ao mesmo período do ano passado. De US$ 995 em 2012, o que corresponde a 0,23% do total naquele ano, o setor arrecadou US$ 7.840 em 2013, representando 1,6% da arrecadação total com exportação de janeiro a agosto deste ano.
 
De janeiro a agosto de 2013, o produto mais exportado pelo Tocantins foi a soja, que resultou em US$ 338.437.244 arrecadados neste ano, o que corresponde a 69,2% do total do Estado. Em segundo lugar aparecem as carnes congeladas, frescas e resfriadas, com arrecadação de US$ 120.684.664 em 2013, o que equivale a 24,7% do total do Estado. “Embora o Tocantins seja o 11º no país em número de rebanho, somos o oitavo em exportação de carne no Estado, o que significa que temos grande eficiência neste setor”, afirma o diretor de Sustentabilidade no Agronegócio, Corombert Leão de Oliveira.

 
Milho
 
Segundo o secretário da Agricultura e Pecuária, Jaime Café, o início das exportações de milho em 2012 pelo Tocantins deve-se à forte demanda liderada pelo Estados Unidos em razão da seca prolongada em suas áreas de produção (diminui a produção de soja e milho) e do uso do grão para a produção de etanol (biocombustíveis) provocando uma queda significativa nos estoques estratégicos do pais, encarecendo a base da alimentação de bovinos aves e demais para a produção de carne. “O crescimento na venda do milho deve continuar ainda este ano, permanecendo em alta para 2014”, disse Café.
 
Interior concentra empresas exportadoras
 
Segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as cinco empresas de maior destaque na exportação no Tocantins têm sede no interior do Estado. A empresa com maior índice de exportação no Estado é a Bünge Alimentos S/A, com sede em Guaraí, responsável por 19,49% da exportação total no Tocantins.

 
Em segundo lugar está a Minerva S/A, com sede em Araguaína, e em terceiro a ADM do Brasil Ltda, sediada em Campos Lindos, que correspondem, respectivamente, a 16,20% e 11,22% do total exportado pelo Estado. Em seguida aparecem a ABC Indústria e Comércio S/A – ABC Inco, também com sede em Campos Lindos, com 9,64% do total da exportação realizada este ano, e a Cooperativa dos produtores de carnes e derivados de Gurupi, responsável por 9,57% da exportação total.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink