Apabor promove Workshop Seringueira em Frutal

Agronegócio

Apabor promove Workshop Seringueira em Frutal

Evento tem como público-alvo heveicultores, produtores rurais, engenheiros agrônomos, técnicos agrícola e pesquisadores
Por: -Joana
1805 acessos
Com o objetivo de promover a difusão da tecnologia e de informações sobre heveicultura no meio rural a Apabor (Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha) promove, em parceria com Faesp (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo) e Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), no próximo dia 30, a segunda edição do Workshop Seringueira deste ano em Frutal/MG.


O evento, apoiado pela Prefeitura Municipal de Frutal e Sindicato Rural da cidade e, patrocinado pelas empresas Itibam, Lateks, Polifer e Unilatex, será aberto por Augusto Jorge Cury, médico, escritor e heveicultor e contará com três palestras – "Borracha natural: mercado e perspectivas", com o engenheiro agrônomo e diretor secretário da Apabor (Associação Paulista de Produtores e Beneficiadores de Borracha), Heiko Rossmann; "Implantação, condução e sangria", ministrada pelo engenheiro agrônomo e diretor técnico da associação José Fernando Canuto Benesi e "Financiamento para a heveicultura", com palestrante do Banco do Brasil.


As palestras possibilitam que os participantes reciclem seu conhecimento sobre o setor, aprendam novas técnicas de manejo e, sobretudo, se informem sobre a atual situação do mercado, tendências e oportunidades.
O público-alvo do workshop são heveicultores, produtores rurais, engenheiros agrônomos, técnicos agrícola e pesquisadores. As inscrições já podem ser efetuadas na página eletrônica da Apabor www.apabor.org.br.

Crédito facilitado
Um dos temas a ser abordado durante o workshop é o aumento do estímulo a produção de borracha, com acesso mais amplo às linhas de crédito e melhores condições de financiamento.

O volume de recursos financeiros oferecidos hoje pelo Banco do Brasil, exclusivamente para a heveicultura, foi ampliado para R$ 30 milhões. Além disso, o "BB Seringueira" foi estendido a todos os estados produtores; antes apenas São Paulo e Espírito Santo tinham acesso a essa modalidade de crédito.


A linha de financiamento auxilia o produtor na implantação e manutenção do seringal e disponibiliza até R$ 100 mil por beneficiário, limitado ao orçamento de R$ 7 mil por hectare.

As informações são da Lacerda Comunicação

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink