Apesar das importações elevadas, preço do trigo segue firme no BR

Trigo

Apesar das importações elevadas, preço do trigo segue firme no BR

Comercialização de trigo tem ganhado certo ritmo em algumas regiões acompanhadas pelo Cepea
Por:
111 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A comercialização de trigo tem ganhado certo ritmo em algumas regiões acompanhadas pelo Cepea, mas a baixa oferta do cereal nacional de boa qualidade limita os fechamentos. Com isso, muitos moinhos recorrem às importações, especialmente de países do Mercosul, que atendem a exigências de processamento para farinhas.

Nesse cenário, as compras externas estão aquecidas, mas os preços domésticos do trigo seguem firmes, resultado, inclusive, do maior custo do cereal importado. Segundo dados da Secex, em novembro, chegaram aos portos brasileiros 494 mil toneladas de trigo, volume apenas 0,1% inferior ao de outubro.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink