Apesar de queda no atacado, mercado do boi gordo se mantém firme

Agronegócio

Apesar de queda no atacado, mercado do boi gordo se mantém firme

A oferta limitada de boiadas exerce pressão de alta no mercado
Por:
348 acessos

A oferta limitada de boiadas exerce pressão de alta no mercado e faz com que algumas indústrias, principalmente as de menor porte, que não possuem parcerias e contratos de boi a termo, ofertem preços acima da referência.

Em Goiás, por exemplo, a oferta restrita de animais tem resultado em valorização para o boi gordo. Em ambas as praças do estado a arroba do macho terminado ficou cotada em R$141,00, à vista, na última quinta-feira (6/10).

Porém, mesmo com o início do mês, o lento escoamento da carne com osso no mercado atacadista tem causado queda de preços no mercado.

O boi casado de animais castrados e inteiros está cotado em R$9,59/kg e R$9,34/kg, respectivamente. Quedas semanais de 1,7% e 2,2%, na mesma ordem.

Apesar das desvalorizações da carne observadas nessa semana, o viés do mercado do boi gordo é de alta.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink