Apicultura é debatida durante reunião técnica na EBDA
CI
Agronegócio

Apicultura é debatida durante reunião técnica na EBDA

Juntamente com o mel, as abelhas produzem outros importantes produtos, como a própolis, o pólen e a cera
Por:
“A Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA), devido à qualificação de seus técnicos, hoje é referência para capacitação de produtores e técnicos de instituições que desenvolvem alguma atividade com abelha, a exemplo de ONG’s, cooperativas, corpo de bombeiros, marinha e polícia ambiental”, declarou a especialista em abelhas e coordenadora Estadual de Apicultura da EBDA, Vandira da Mata, durante reunião técnica, conhecida como “Momento EBDA”, realizada na manhã de ontem (26), no Centro de Treinamento da Empresa.


As ações, resultados e metas das atividades desenvolvidas, pelo setor de apicultura, além do funcionamento da cadeia produtiva, entre outros assuntos, foram pautas do evento, ministrado por Mata e pelo coordenador de Georreferenciamento, Edvaldo dos Santos.

Segundo Vandira, há quem pense que as abelhas só produzem mel. “Juntamente com o mel, as abelhas produzem outros importantes produtos, como a própolis, o pólen e a cera, e são destes produtos que os apicultores assistidos pela EBDA tiram o seu sustento. Elas têm como principal atividade a preservação da vida ao promover a polinização de plantas nativas e cultivadas, aumentando e melhorando a qualidade de frutas e sementes”, relatou Vandira.


Outro assunto abordado foi o Programa Nacional de Georreferenciamento e Cadastramento de Apicultores (PNGEO). “Com o objetivo de atender ao Programa e construir o Plano Estadual de Desenvolvimento da Apicultura, já cadastramos cerca de 7 mil apicultores, através de questionário e georreferenciamento”, concluiu a engenheira agrônoma Vandira.

Realizado quinzenalmente, o “Momento EBDA” tem a finalidade de socializar e discutir os trabalhados realizados. “É fundamental que todos tomem conhecimento dos trabalhos desempenhados pela Empresa, e esse encontro promove justamente a comunicação interpessoal entres os colegas, que compartilham, de forma interativa, os trabalhos realizados”, ressaltou o presidente da EBDA, Elionaldo de Faro Teles.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.