Aplicativo analisa informações de mais de 400 mil hectares
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,140 (0,73%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,00%)

Imagem: Pixabay

RESULTADOS

Aplicativo analisa informações de mais de 400 mil hectares

Sima está estruturando parcerias com os maiores produtores de grãos do Brasil
Por: -Aline Merladete
1519 acessos

Cansados da dificuldade de coletar dados das lavouras, anotar em livros de campo e depois no fim do dia ter que ainda carregá-los em planilhas do Excel em casa ou escritório, três jovens engenheiros agrônomos perceberam que precisavam tornar esse processo mais ágil. Foi quando buscaram ajuda e se uniram a outros dois amigos estudantes de engenharia de sistemas que precisavam de um tópico para escrever uma tese. Foi assim que em 2013 surgiu a primeira versão da SIMA - Sistema Integrado de Monitoramento Agrícola.

De lá para cá a empresa não parou mais de crescer e foi aperfeiçoando suas ferramentas, expandindo para diversos países da América latina. Atualmente já está consolidada na Colômbia, México, Paraguai, Equador, Venezuela, Uruguai, Nicarágua e Bolívia. Hoje o aplicativo atingiu a expressiva marca de 50 mil downloads.

Embora ainda seja pouco conhecida no Brasil, com cerca de seis meses de atuação, a Sima já está presente em mais de 400 mil hectares distribuídos e monitorados em todo o País. Até o final do ano, a empresa já projeta cerca de 800 mil hectares ativos na plataforma, fruto de parcerias com grandes empresas.

Segundo Mauricio Varela, co-founder e country manager Brasil e América Latina da Sima, a meta de área da empresa para até próximo ano é de atingir um volume de três milhões de hectares em território nacional, o que os levaria a um número de oito milhões de hectares em toda América Latina. “Nesse primeiro momento a ideia não é apenas lucrar com o mercado brasileiro, o objetivo é encontrar clientes referência nas mais diversas regiões e reinvestir toda a receita em nossa estratégia tanto de marketing, atendimento e desenvolvimento de características específicas para o Brasil”, ressalta.

Para atingir a tão expressiva marca, a Sima está estruturando parcerias com os maiores produtores de grãos do Brasil e também grandes companhias e cooperativas do segmento agropecuário. E em breve anunciará os seus mais novos clientes. “O potencial do mercado aqui é enorme e os agricultores locais já estão mais acostumados à agricultura digital, além de termos desenvolvido modelos de negócios pensados nas redes de distribuição de insumos, cooperativas e indústrias”, diz o executivo.

A solução

A Sima é um aplicativo simples, completo e inteligente, que permite realizar o controle e monitoramento da lavoura de forma georreferenciada, dentro de uma gestão total de lançamento e análise de dados em campo, desde o plantio até a colheita, facilitando assim a comunicação. A solução funciona de forma muito simples. Basta o produtor baixar o aplicativo de forma gratuita (para teste) e fazer o cadastramento e pronto.

A partir daí entra a inteligência do aplicativo.  A ferramenta permite controle total da lavoura de forma remota por meio de um sistema integrado de monitoramento agrícola. Com a plataforma também pode-se tirar fotografias, gravar áudios ou fazer anotações de forma off-line. Tornandoigital e interativo o manejo fitossanitário. O sistema faz a análise de informações por meio de tabelas, gráficos e mapas interativos a assim é possível compartilhar relatórios. Isso porque todas as informações ficam armazenadas e disponíveis para consulta a qualquer hora e local.  

Novidades a caminho

Uma das últimas funcionalidades em que a Sima está desenvolvendo é a questão da estimativa de desempenho. Em conjunto com a Nasa Harvest, da Universidade americana de Maryland, eles estão trabalhando na previsão de rendimentos. Neste projeto, as imagens de satélite são fornecidas dos Estados Unidos e a validação de dados de campo é realizado pela Sima. O cruzamento desses dados pode obter um resultado mais preciso do que os satélites veem. Em breve a empresa fará o anúncio oficial da parceria.

Outra novidade que a empresa prepara é que seus profissionais estão tentando dar à ferramenta a capacidade de gerar alertas entre vizinhos, para explorar todo o conhecimento em um nível colaborativo bem como criar alertas de qualquer problema. “A cada dia estamos trabalhando para disponibilizar aos produtores e clientes a solução mais completa, intuitiva e inteligente do mercado”, finaliza Varela.

*Informações da assessoria de imprensa.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink