Apoio à comercialização de arroz segue com leilão de Pepro no dia 3 de maio

Arroz

Apoio à comercialização de arroz segue com leilão de Pepro no dia 3 de maio

Conab realizará a sétima operação de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor para arroz em casca
Por:
178 acessos

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizará a sétima operação de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) para arroz em casca, no próximo dia 3 de maio, a partir das 9h. Nesta edição, a quantidade corresponde a 51 mil toneladas do produto, sendo 45 mil t para o Rio Grande do Sul e 6 mil t para Santa Catarina. A opção pela realização apenas deste instrumento ocorreu após análise de mercado, que já mostra leve reação dos preços ao produtor.

O valor do prêmio é divulgado com até dois dias de antecedência da realização do pregão. As restrições de destino do produto são as mesmas dos editais anteriores, ou seja: ele não poderá ser enviado para os estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além dos estados do Tocantins, Pará, Maranhão, Piauí e Rondônia.

Nos leilões mais recentes destes prêmios, realizados pela Conab no dia 19 deste mês, foram negociadas pelo Pepro cerca de 2,65 mil t, o que corresponde a 16% da quantidade oferecida. Foram 2 mil t para Santa Catarina e 650 t para o Rio Grande do Sul. Já no PEP a negociação foi de 74,5 mil t, com 62 mil para o RS e 12,5 mil para SC, sendo 83% do total ofertado.

Nas seis operações anteriores realizadas em 2018, a Conab ofertou 754 mil toneladas de arroz, com negociação de cerca de 460 mil toneladas.

O aporte total para essas operações é de aproximadamente R$ 100 milhões. O objetivo é garantir a manutenção dos preços mínimos do cereal na região Sul e cumprir a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), do governo federal.

Os interessados em participar do Pepro devem estar inscritos no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican), incluindo aqueles que participarem por meio de cooperativas. Este prêmio é ofertado ao produtor ou sua cooperativa que efetue a venda do produto pela diferença entre o preço mínimo e o valor do Prêmio Equalizador arrematado. Ele também precisa comprovar o escoamento nas condições previstas no aviso.

Clique aqui para ver detalhes da operação.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink