Apoio do governo favorece preços do milho
CI
Agronegócio

Apoio do governo favorece preços do milho

Secretário de Política Agrícola acredita que os preços devem se manter e podem até melhorar
Por:

O apoio à comercialização de 10 milhões de toneladas de milho da safra 2009/2010 contribuiu para o aumento de 3% a 5% nos preços praticados no mercado interno. A informação é do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Edilson Guimarães. Ele participa, nesta segunda-feira, (9), do 9º Congresso Brasileiro do Agribusiness, em São Paulo/SP.

Segundo Guimarães, a reação no mercado ocorreu logo após o anúncio pelo Ministério da Agricultura da realização de leilões para apoiar a comercialização de 12 milhões de toneladas do grão. Na próxima quinta-feira (12), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) promove o último leilão de Prêmio de Escoamento do Produto (PEP), quando serão oferecidas cerca de 1,2 milhão de toneladas. Além disso, na próxima semana, outras 300 mil toneladas serão negociadas em operação de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro).

O secretário de Política Agrícola acredita que os preços devem se manter e podem até melhorar, caso o País aumente suas exportações. “A quebra de safra de milho, por problemas climáticos na Europa, pode favorecer o Brasil, que tem grande produção do cereal”, afirmou. A safra 2010/2011 está estimada em 54,3 milhões de toneladas, de acordo com o último levantamento da Conab.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.