Aposta na safra da Índia faz açúcar cair
CI
Agronegócio

Aposta na safra da Índia faz açúcar cair

O contrato com vencimento em outubro, o mais negociado, perdeu 4,18%, e fechou em 18,59 centavos de dólar por libra-peso
Por:

O preço do açúcar registrou queda forte na Bolsa de Nova York, ontem, pressionado pela notícia de que a Índia, o segundo maior produtor mundial, estaria vendendo a commodity para países vizinhos, como o Paquistão. O contrato com vencimento em outubro, o mais negociado, perdeu 4,18%, e fechou em 18,59 centavos de dólar por libra-peso.

As cotações subiram 19% de 1 de julho a 2 de agosto enquanto importadores da Ásia, centro-sul da África e Oriente Médio corriam para recompor estoques antes das festividades do Ramadã, mês sagrado do calendário islâmico. Ao mesmo tempo, problemas nos portos brasileiros atrasaram o embarque de açúcar.

Mas analistas consideraram a venda feita pela Índia um primeiro sinal de que a oferta começou a melhorar no mercado internacional. Essa disposição do país em exportar açúcar sugere que o governo indiano acredita que terá uma safra suficientemente grande para atender os mercados interno e externo. A Índia tinha praticamente interrompido a exportação do produto após duas quebras de safra consecutivas.

Em Chicago, os preços do trigo fecharam em baixa, por causa de realizações de lucro sobre os ganhos de segunda-feira, quando atingiram os maiores níveis em 23 meses. O contrato setembro cedeu 1,91%, para US$ 6,80 por bushel. O contrato novembro da soja subiu 0,79%, a US$ 10,18 por bushel.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.