Aposta será repetida em 2012/13
CI
Agronegócio

Aposta será repetida em 2012/13

Produtores paranaenses pretendem continuar investindo em sementes de ciclo curto
Por:
Apesar de a quebra de safra ter sido ampliada em boa medida pelo antecipação do plantio e pela uso de variedades precoces, os produtores paranaenses ouvidos pela Expedição Safra Gazeta do Povo pretendem continuar investindo em sementes de ciclo curto. O principal objetivo da pressa é garantir o plantio também antecipado do milho de segunda safra. Quando cultivado mais cedo, o cereal de inverno escapa com mais facilidade dos efeitos das geadas.


Segundo o setor, a possibilidade de colher duas safras por ano compensa o risco maior de perdas na soja. “Prefiro tentar plantar duas vezes do que ficar com apenas uma fonte de renda, que também oferece risco”, argumenta Claison Silva, de Iguaraçú (Noroeste). O milho de inverno cobre regiões consideradas inaquedas para outras culturas de inverno. A preferência deve-se também aos baixos preços e à dificuldade na comercialização do trigo.

O agricultor Aílson Santos Magalhães, de Campo Mourão, ainda avalia de forma positiva o desempenho da soja precoce. “Para mim, não existia soja capaz de aguentar uma seca igual à desse ano. Mesmo colhendo bem menos que no ano passado, vou insistir nas sementes de ciclo curto na próxima safra”, revela. Ele corre o risco de não retirar nem sequer 750 quilos por hectare nesta temporada, contra média de 4,25 mil quilos por hectare alcançados no ciclo 2010/11.


Amanhã

A Expedição Safra Gazeta do Povo relata, na edição de amanhã (20), as perspectivas dos produtores de grãos do Centro e dos Campos Gerais. O trabalho desta semana aborda o início da colheita de verão no Paraná. Na próxima semana é que será iniciado o trabalho técnico-jornalístico de levantamento da safra, com viagem por Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O Paraná será percorrido novamente quando a colheita estiver mais adiantada, para uma projeção técnica dos resultados. Em sua sexta temporada consecutiva, o projeto vai percorrer, ao todo, 12 estados brasileiros produtores de grãos nos próximos meses, além de Argentina e Paraguai. Os roteiros incluem a China, que será visitada para reportagens sobre logística, demanda e relações comerciais.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.