Apreensão de agrotóxicos falsificados dobrou
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
ALERTA

Apreensão de agrotóxicos falsificados dobrou

Grupos usam a mesma rota de traficantes de drogas para entrada no Brasil
Por: -Eliza Maliszewski

Com a implantação da nova safra em andamento e os bons resultados do agronegócio, autoridades alertam para o uso de defensivos agrícolas falsificados ou sem registro no Brasil. Além de danos financeiros os produtos ilegais trazem perigosos à saúde e riscos fitossanitários à lavoura. 

Os grupos estão cada vez mais especializados e passaram a usar as mesmas rotas de traficantes de drogas. No Paraná, por exemplo, os defensivos entram pelo Rio Paraná vindos do Paraguai. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de janeiro a setembro deste ano o volume de apreensões cresceu 12 vezes em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 9,4 toneladas contra 805 Kg em 2019. 

No Brasil os números impressionam. Nos primeiros nove meses desta ano foram recolhidas 40,4 toneladas. No ano passado foram 24,2 toneladas, ou seja, quase o dobro do volume.
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.