Aprosoja e Monsanto discutem cobrança de royalties sobre a tecnologia Intacta

Agronegócio

Aprosoja e Monsanto discutem cobrança de royalties sobre a tecnologia Intacta

Aprosoja-GO foi representada pelo seu consultor técnico Cristiano Palavro
Por:
1265 acessos

Aprosoja-GO foi representada pelo seu consultor técnico Cristiano Palavro

As discussões sobre a reavaliação dos mecanismos de cobrança de royalties sobre a tecnologia Intacta foram retomadas pela Aprosoja Brasil e a empresa Monsanto, na última terça-feira (1º), durante reunião em Brasília. Os objetivos da Aprosoja são:

1) Atualizar o Termo de Licenciamento da tecnologia assinado pelos agricultores, visando deixar claro quais são os benefícios pelos quais os produtores estão pagando e seus custos;

2) Aprimorar o modelo de créditos de isenção na entrega da soja, evitando quaisquer tipos de problemas em relação a cobranças adicionais no momento da comercialização;

3) Abolir a retenção (7,5%) de soja no momento da comercialização. A Aprosoja entende que é direito da empresa cobrar e fiscalizar o uso da sua tecnologia, porém esse modelo de retenção do produto é ilegal;

4) Criar um sistema de pré-certificação dos produtores que utilizam Intacta, o que dispensaria parte dos procedimentos de verificação na moega.

A Aprosoja-GO foi representada pelo seu consultor técnico Cristiano Palavro. Novos encontros estão marcados para este mês, e à medida que ocorrerem vamos atualizando os produtores. Caso queira debater mais algum ponto, a Aprosoja-GO está à disposição para receber as contribuições pelo e-mail palavro.cristiano@gmail.com.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink