Aprosoja/MT quer promover consumo de soja na Índia
CI
Agronegócio

Aprosoja/MT quer promover consumo de soja na Índia

Os EUA investem, sozinhos, US$ 22 milhões por ano para promover consumo no mundo
Por:

A Associação de Produtores de Soja do Mato Grosso (Aprosoja/MT) prepara-se para submeter à Agência Brasileira de Promoção das Exportações (Apex) projeto de promoção da soja brasileira na Índia. O encontro entre as duas instituições foi intermediado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), na semana passada em Brasília. Na ocasião, estavam presentes ainda membros da American Soybean Association (ASA), a associação de produtores de soja dos Estados Unidos, que apresentaram as estratégias de promoção do consumo do grão e seus derivados no país asiático”.

“O Brasil precisa adotar políticas mais ousadas de promoção da soja no mundo e este é um bom exemplo do que fazer”, acredita o secretário de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Célio Porto. O projeto a ser apresentado à Apex busca recursos para fomentar o consumo de soja na Índia e está baseado num acordo entre a Aprosoja/MT e a ASA, firmado em novembro de 2006 no país asiático. “Precisamos aproximar posições para desenvolver ações conjuntas no mercado indiano”, acredita Ricardo Ariolli Silva, vice-diretor administrativo da Aprosoja/MT.

Os Estados Unidos investem, sozinhos, US$ 22 milhões por ano em projetos para promover o consumo da soja no mundo e acreditam que Brasil, Argentina e Paraguai – que juntos são responsáveis por 90% da produção de soja mundial – são parceiros estratégicos para aumentar o consumo global do grão. “O mercado indiano representa uma grande oportunidade para os produtores de soja brasileiros. Todos sairão ganhando com isso”, acredita o responsável pelos trabalhos da ASA na Índia, Virgil D. Medema. A Aprosoja e a ASA pretendem ampliar a parceria realizada na Índia para outros mercados.

Mercado em expansão - Entre 1996 e 2005 houve crescimento de 360% no consumo de soja na Índia, de acordo com a ASA. Ainda assim, as oportunidades de ampliação do mercado consumidor são enormes em vários setores da economia, uma vez que o país é o maior consumidor de carne de aves do mundo e o maior produtor mundial de leite.

Na alimentação humana, as possibilidades de crescimento também são promissoras, já que, apesar de ter a segunda maior população do mundo - 1,08 bilhão de habitantes - o consumo anual per capita de soja é um dos menores: 1,7 kg por ano. Nos Estados Unidos, o consumo chega a 105 kg/ ano e, no Brasil, fica em 48,9 kg/ ano. Do ponto de vista social, a soja representa uma grande oportunidade para melhorar a nutrição de 30% do povo indiano que sofre com déficit nutricional, uma vez que a soja é a fonte de proteína vegetal mais barata do mundo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink