Aprovado Zoneamento de algodão para PR e SP

Agronegócio

Aprovado Zoneamento de algodão para PR e SP

O algodoeiro é extremamente sensível as condições de temperatura, umidade do solo e chuvas na colheita
Por: -Renata
1141 acessos
O Diário Oficial da União publicou, nesta sexta-feira (31), as portarias número 167 e 168 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que definem as localidades aptas para o plantio de algodão nos estados de Paraná e São Paulo, para ano safra 2009/2010.

O Estado do Paraná cultivou, na safra 2008/2009, uma área de 5,5 mil de hectares de algodão com uma produção de 13,4 mil toneladas de algodão em caroço. São Paulo cultivou, na safra 2008/2009, uma área de 7,2 mil de hectares de algodão com uma produção de 26,6 mil de toneladas de algodão em caroço, conforme dados do levantamento da CONAB de julho de 2009.

O algodoeiro é extremamente sensível as condições de temperatura, umidade do solo e chuvas na colheita, necessitando de condições adequadas de calor e umidade para um bom crescimento e desenvolvimento.
O déficit hídrico e o excesso de umidade no período compreendido entre 60 e 100 dias após a emergência podem induzir a queda das estruturas frutíferas e comprometer a produção, pois aproximadamente 80% das estruturas responsáveis pela produção do algodoeiro são emitidas neste período.

O objetivo do estudo é identificar os municípios aptos ao cultivo e os períodos de plantio com menor risco climático.

Confira as portarias nos links abaixo:
Portaria nº 167 define o Zoneamento Agrícola para a cultura de algodão no Estado do Paraná.
http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?data=31/07/2009&jornal=1&pagina=8&totalArquivos=112

Portaria nº 168 define o Zoneamento Agrícola para a cultura de algodão no Estado de São Paulo.
http://www.in.gov.br/imprensa/visualiza/index.jsp?data=31/07/2009&jornal=1&pagina=13&totalArquivos=112

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink