Aquicultura será tema de congresso no Ceará

Agronegócio

Aquicultura será tema de congresso no Ceará

Por:
247 acessos

Com a meta de integrar a cadeia produtiva das diversas modalidades da aquicultura do Estado, será aberto, hoje, o II Congresso Cearense de Aquicultura, na cidade de Camocim, Região Norte do Estado. Organizado pela Associação dos Criadores de Camarão do Ceará (ACCC) e pelo Fórum Permanente de Turismo de Camocim, o evento acontece no Hotel Boa Vista Resort e termina amanhã.

O congresso será aberto oficialmente a partir das 19 horas, com palestras sobre projetos para o setor ainda este ano e a demanda comercial por pescado tanto no âmbito nacional como também mundial. Mas, durante o dia, serão promovidas visitas técnicas a uma unidade de beneficiamento de pescado e a uma fazenda de camarão, voltadas principalmente para estudantes de Engenharia de Pesca e áreas afins.

Segundo Rômulo Veras, presidente do Fórum Permanente de Turismo de Camocim, apesar do foco principal ser a produção de camarão em cativeiro, o congresso vai contemplar atividades como produção de algas e de tilápia nos açudes cearenses. Para ele, o congresso deve incentivar o fortalecimento da cadeia produtiva e a adoção de práticas de manejo que não prejudiquem o meio ambiente local.

“Queremos promover a troca de experiências entre os produtores das diversas áreas, além de buscar novas tecnologias e linhas de crédito para o setor. Já detemos uma cadeia de produção estruturada e acreditamos que a aquicultura pode promover o desenvolvimento econômico”, explica.

Com uma produção de 35 mil toneladas em 2008, o Ceará ocupa o segundo lugar no cultivo de camarões em cativeiro, ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte. Para o diretor técnico da ACCC, Ítalo Rocha, a principal vantagem da carcinicultura é a possibilidade de utilização de áreas não-agricultáveis e ter uma produção maior do que qualquer outra atividade agropecuária.

“É uma atividade que consegue empregar mais pessoas de forma permanente, já que no Nordeste as condições climáticas permitem um cultivo ininterrupto”, aponta.

Culinária do pescado

Além do congresso de aquicultura, serão promovidos, paralelamente, o IV Festival Gastronômico de Frutos do Mar, o II Festival Gastronômico da Tilápia e a Exposição de Peixes Ornamentais. O objetivo dos dois primeiros é mostrar a variedade de sabores e as possibilidades gastrônomicas da adoção do pescado na alimentação, além dos benefícios para a saúde e bem-estar. A meta é atrair, além daqueles que fazem parte da cadeia produtiva, potenciais consumidores de frutos do mar e tilápia, além de promover Camocim como destino turístico de destaque.

Os interessados podem se inscrever até a abertura do congresso. A entrada será dois quilos de alimentos não-perecíveis, que serão doados a famílias carentes de Camocim pela organização do evento.

Mais informações:

II Congresso Cearense de Aquicultura
Local: Hotel Boa Vista Resort
Avenida Beira Mar, s/n Camocim
(88) 9959.7379

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink