Arco-Sul é principal porta de saída da soja mato-grossense

Agronegócio

Arco-Sul é principal porta de saída da soja mato-grossense

O escoamento da produção de Mato Grosso vem apresentando um novo comportamento logístico desde 2014.
Por:
799 acessos

O escoamento da produção de Mato Grosso vem apresentando um novo comportamento logístico desde 2014. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMea) apontou no último boletim, que “o arco sul ainda se apresenta como a principal porta de saída da soja de MT, em especial o porto de Santos, contudo, o que se observa nos últimos anos é um incremento participativo dos portos do arco norte do país”.

Segundo o  Instituto,  “estes, por sua vez, indicam um salto de 16 p.p. em 2016 no escoamento do grão de MT em relação a 2012, enquanto que o arco sul nesse período perdeu espaço, com uma redução de 82% para 66% na participação ante o total exportado”.

Conforme o Imea,  “é possível que nos próximos anos o norte aumente ainda mais sua significância conforme o aprimoramento da infraestrutura, ora no transporte, ora na armazenagem, pois esse encurtamento de distância é vantajoso para duas das regiões de maior produção do Estado, que ganham com a redução dos custos com frete e tornam a soja de MT mais competitiva no mercado”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink