Área cultivada com trigo será 8% maior no Rio Grande do Sul
CI
Agronegócio

Área cultivada com trigo será 8% maior no Rio Grande do Sul

Em contrapartida, produção será menor do que em 2013
Por:
  
A Emater/RS-Ascar, através da Gerência de Planejamento, divulgou nesta quinta-feira (22.05), o primeiro levantamento com relação à intenção de plantio da safra de trigo 2014. As informações - oriundas de 212 municípios gaúchos, o que representa 83,37% da área total com trigo no Rio Grande do Sul – indicam que haverá incremento de 8,89% na área semeada com relação à safra passada, ficando em 1.153.223 hectares, contra 1.059.097 hectares da safra 2013.

O levantamento indica que a produtividade e a produção serão menores quando comparadas aos resultados do ano passado. O rendimento médio, em âmbito estadual, foi estimado em 2.735 kg/ha (-13,55%), projetando uma produção total de 3,154 milhões de toneladas para o Rio Grande do Sul (-5,87%). Na safra de trigo 2013, considerada a maior já colhida pelo Estado, foram produzidos 3.350.841 toneladas, conforme dados do IBGE. 

Conforme o diretor técnico da Emater/RS, Gervásio Paulus, a ampliação da área cultivada com trigo pode ser explicada pela boa capitalização dos produtores - que colheram duas excelentes safras de verão, sendo a última histórica para o Estado – e pelo incremento tecnológico empregado na cultura ano a ano. “Este primeiro levantamento, ainda que de forma prematura, indica uma provável tendência para a safra de trigo, caso as condições climáticas sejam favoráveis à cultura”, explica Paulus.

Para o diretor técnico da Emater/RS, tendo em vista a possível ocorrência do fenômeno El Niño, o que significa, para a região Sul do Brasil, um aumento no volume de chuvas entre os meses de outubro e fevereiro, é necessário ter cautela neste primeiro momento. “É sabido que a cultura do trigo não tolera muita chuva, principalmente quando se encontra na fase de floração”, esclarece.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink