Área de soja na Argentina aumenta 500 mil hectares

Agronegócio

Área de soja na Argentina aumenta 500 mil hectares

Com a implantação já quase terminada, estimativas apontam o plantio de 16,1 milhões de hectares
Por: -Redação
1 acessos

Com a semeadura de soja praticamente finalizada em todo o país, os dados da Bolsa de Cereais de Buenos Aires indicam que foram plantados 500 mil hectares a mais na safra passada, e assim se chegou a uma área recorde que supera os 16 milhões de hectares.

Desta forma o principal grão do país, com mais de 50% da superfície plantada, inicia com bom desenvolvimento uma etapa produtiva, na qual começam a ser definidos os rendimentos, que permitirão saber se a colheita baterá também um novo recorde, como se projeta.

Já existem previsões que apontam entre 43 a 44 milhões de toneladas de soja, ou, entre 2 e 3 milhões de toneladas acima da última colheita, na safra 2005/06, que chegou perto dos 41 milhões de toneladas.

De concreto, os dados do último informe da Bolsa falam de uma área plantada, no ciclo 2006/07, de 16,1 milhões de hectares. E multiplicando essa área por 2,7 toneladas (esse é o rendimento médio nacional, que por anos foi projetado acima desse número), se obtém uma produção de 43,5 milhões de toneladas.

Apesar deste aumento previsto na produção, os preços da soja subiram 20% neste início de ano em comparação com 2006. A alta seguiu a evolução da oleaginosa em Chicago, onde o incremento ocorreu em consonância com o resto dos grãos, principalmente o milho. Ambos os cultivos competem em área na preferência dos "farmers" norte-americanos, que com o milho atingindo preços altos se voltam ao plantio deste cereal de forma massiva. As informações são do caderno agrícola E-campo.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink