Área plantada com grãos em Goiás deve crescer até 5,2%

Agronegócio

Área plantada com grãos em Goiás deve crescer até 5,2%

A produção agrícola pode saltar de 11,28 milhões de toneladas para 11,83 milhões de toneladas na safra atual
Por:
149 acessos

Na safra 2007/2008, a área plantada com grãos em Goiás deve crescer entre 3,1% e 5,2%, podendo chegar a 3,76 milhões de hectares, conforme os dados da primeira estimativa de intenção de plantio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Com isso, a produção agrícola no Estado pode saltar de 11,28 milhões de toneladas em 2006/2007 para 11,83 milhões de toneladas na safra atual – o que indica um aumento de 4,8%.

Pelas previsões, culturas como algodão, milho e soja vão ocupar áreas maiores. No entanto, boa parte das lavouras goianas pode amargar queda na produtividade. “Os preços favoráveis das principais commodities no mercado externo estimulam o produtor a plantar, mas a previsão de instabilidade climática na atual safra indica que pode haver perda na produtividade”, explica o assessor técnico da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Goiás (Faeg), Pedro Arantes.

Segundo a previsão da Conab, a área plantada de milho em Goiás pode chegar a 849,8 mil hectares, o que representaria um acréscimo de até 8,3% em relação aos 785 mil hectares plantados em 2006/2007. A produtividade, por outro lado, pode cair de 4.952 quilos por hectare para 4.831 quilos por hectare, uma redução de 2,4%.

No caso da soja, o relatório da Conab indica que a produção goiana pode crescer até 4,6%, chegando a 6,39 milhões de toneladas. Em 2006/2007, a produção da oleaginosa ficou em 6,11 milhões de toneladas no Estado. A área plantada deve aumentar entre 3% e 5%, e a produtividade pode cair 0,4%, ficando em 2.780 quilos por hectare.

No algodão, o aumento esperado de área e também de produção está na faixa dos 8%. Se os números forem confirmados, os cotonicultores goianos devem ocupar 82,80 mil hectares com a cultura e produzir cerca de 293,10 mil toneladas de algodão em caroço.

Brasil

A área plantada com grãos e algodão na atual safra brasileira, que começou a ser cultivada no mês passado, deve crescer de 1,1% a 3,4%, de acordo com as informações da Conab. A área plantada deve ficar entre 46,70 e 47,72 milhões de hectares, contra 46,17 milhões de hectares na safra que terminou de ser colhida.

O relatório indica que a produção da nova safra, que começa a ser colhida em fevereiro de 2008, poderá bater novo recorde e alcançar 138,32 milhões de toneladas. No intervalo inferior da projeção, a Conab estima colheita de 134,90 milhões de toneladas. Com relação à safra 2006/2007, quando a produção somou 131,51 milhões de toneladas, o crescimento ficará entre 2,6% e 5,2%.

O diretor de Logística e Gestão Empresarial da Conab, Sílvio Porto, disse que os técnicos da estatal esperavam ampliação de até 5% da área plantada, mas explicou que a expectativa de clima menos chuvoso durante o período de cultivo e de desenvolvimento das lavouras fez os produtores repensarem o plantio. Para a soja, princial lavoura do Brasil, a estimativa de plantio é de 21,2 a 21,9 milhões de hectares, com crescimento entre 2,4% e 5,7% em relação à safra 2006/2007.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink