Área plantada de soja pode ser maior no MT
CI
Agronegócio

Área plantada de soja pode ser maior no MT

Área deve superar os 6,98 mi de ha
Por:
A área de soja plantada em Mato Grosso deve superar os 6,98 milhões de hectares previstos para essa safra e chegar a pouco mais de 7 milhões de ha. A área estimada para esse ciclo é de 8,9% maior do que foi registrado em 2010/2011, com 6,4 milhões de hectares. O recorde de área deve impedir a quebra de produtividade que poderia ocasionar uma perda de um milhão de toneladas da oleaginosa em 2012.


A projeção é do presidente da Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (AprosojaMT), Carlos Fávaro. Segundo ele, a grande quantidade de chuva e o alastramento da ferrugem asiática vinham ameaçando o resultado histórico da produção. “Mesmo com a queda da produtividade causada pelas chuvas e a ferrugem, o Estado deve alcançar ou chegar bem próximo da produtividade esperada”, conclui ele.

A colheita da safra 2011/12 de dos 362,5 mil hectares soja em Mato Grosso atingiu aproximadamente 64,9%, do total de 6,9 milhões de hectares projetados. O percentual representa um avanço de 26,2 pontos percentuais sobre 2010/11, quando nesta mesma época do ano os trabalhos alcançavam 38,7% da área. Os números são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que deve divulgar ainda hoje uma nova projeção alcançada nos hectares plantados.


O médio-norte e oeste registram o maior avanço na retirada da soja das lavouras, com 77,6% e 65,8%, respectivamente. Sorriso e Sapezal passaram a liderar entre os municípios com maior avanço no volume colhido, caminhando assim para a reta final do processo. De acordo com o Imea, no primeiro município as máquinas já percorreram 87% das lavouras dos 600 mil ha reservados à cultura. Enquanto isso, em Sapezal, a cobertura chegou a 80%. O presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Nelson Piccoli, acredita que a produção não alcançará a expectativa inicial. “Calcula-se que teremos em média uma baixa de 10% a 15% na produtividade em relação à safra passada, principalmente por conta da ferrugem”, explicou .

MILHO

Os produtores de Mato Grosso entram nos últimos dias de plantio do milho segunda safra com 95,3% plantados e com um avanço de 22,8 pontos percentuais em relação à safra 10/11. O crescimento é de 31,4% em relação a mesma época no ano passado, quando o plantio atingia 72,5%. Com o avanço da colheita da safra de soja, que já atingiu 65% no Estado, o plantio do milho de segunda safra está praticamente finalizado. A expectativa é de que Mato Grosso produza mais de 9,8 milhões de toneladas de milho nos mais de 2,2 milhões de hectares reservados à cultura em 2011/12.


A região mais avançada no plantio é a noroeste com 98% já concluído. Porém, a os produtores rurais de Campo Verde (sudeste) estão com o plantio praticamente finalizado. Conforme os números divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), 99% da área, estimada em 80 mil hectares, já foi semeada. A preocupação agora, de acordo com os produtores, é com o período de escassez de chuva.

De acordo com eles, o plantio não pode demorar a ser finalizado, pois a planta corre o risco de sentir falta da chuva. Isso porque a planta precisa de água nos primeiros 60 dias para florescer e, a partir de maio, começa o período de seca em Mato Grosso. Sementes – Outro fator que atrapalhou o plantio nesta safra foi a dificuldade de alguns produtores de receber as sementes. Muitos relataram à Aprosoja que as empresas não estavam entregando o produto no prazo acordado ou, entregaram híbridos diferentes do que foi comprado. Os produtores que se sentiram lesados foram orientados pela entidade a procurar a Justiça. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.