Argentina: Campo exportou 71% a mais em outubro

Agronegócio

Argentina: Campo exportou 71% a mais em outubro

A maioria dessas exportações são de grãos, cereais e oleaginosas
Por:
898 acessos
Segundo o Indec, o setor primário acumula, nos dez primeiros meses do ano, vendas externas no valor de 13 bilhões e 476 milhões de dólares. Este número representa 69% a mais que as exportações realizadas durante o mesmo período de 2009. Cereais e oleaginosas são 68% do total.

As exportações do setor primário, 90% geradas no setor agropecuário, registraram uma alta no comércio exterior de 71% durante o mês de outubro, segundo informou o Indec nesta terça-feira (23).

O aumento do valor das exportações foi explicado pelo organismo estatístico a partir das maiores quantidades vendidas (58%), e de melhores preços de exportação (7%). O total vendido para o mundo no décimo mês do ano somou ao setor primário 865 milhões de dólares.

Assim, entre janeiro e outubro de 2010, as exportações do setor totalizaram de 13 bilhões e 476 milhões de dólares, o que representou uma alta sobre o ano passado de 69%.

A maioria dessas exportações acumuladas são de embarque de grãos, cereais e oleaginosas, que em conjunto somaram 9 bilhões e 258 milhões de dólares, pouco acima dos 68% das exportações totais do setor.

O total exportado no mês passado foi de 5 bilhões e 884 milhões de dólares e a acumulação de vendas externas nos dez meses foi de 56 bilhões e 952 milhões, o que significou um aumento de 24% no acumulado em relação à 2009.

As importações, no entanto, somam 45 bilhões e 536 milhões de dólares, o que deixou um superávit no acumulado anual de 11 bilhões e 426 milhões de dólares, uns 3 bilhões e 26 milhões a menos que no ano anterior, quer dizer, uma redução do superávit em 21%.

A redução no saldo pelo intercâmbio comercial foi devido a uma forte recuperação das importações , que acumularam uma alta de 44% no ano, apesar do crescimento das exportações.

Em 2009, as compras mundiais e as exportações tinham diminuído pela crise financeira e econômica internacional.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink