Argentina alerta para vespa oriental
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,170 (1,12%)
| Dólar (compra) R$ 5,59 (-0,36%)

Imagem: Divulgação

PREVENÇÃO

Argentina alerta para vespa oriental

Espécie pode destruir plantações e causar males a abelhas e humanos
Por: -Eliza Maliszewski
779 acessos

O Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agro-Alimentar (SENASA), do governo da Argentina, informou que está em alerta para prevenir a entrada da vespa oriental (Vespa orientalis) no país. Uma reunião foi convocada para estabelecer as medidas.

Durante março e abril deste ano, 36 espécies adultas do inseto foram capturados na região metropolitana de Santiago, no Chile. Foram definidas linhas de ação relacionadas à detecção precoce de uma possível entrada na Argentina. 

A vespa é diferente daquela encontrada nos Estados Unidos que ficou conhecida como vespa assassina, da espécie mandarina, embora sejam do mesmo gênero e com comportamentos semelhantes.

As consequências de sua presença podem ser prejudiciais aos ecossistemas. Elas podem afetar as abelhas e a fruticultura local além de trazerem perigo à saúde humana, especialmente as crianças. A picada é dolorosa e pode causar reações alérgicas ou até a morte.  “Como muitas vespas, a Vespa orientalis ataca principalmente frutas que estão amadurecendo , porque é seu principal alimento, também consomem néctar e também atacam favos de mel”, explica o entomologista chileno especialista na praga, Jose Contreras.

Outro perigo que esta espécie invasora representa é que, devido aos seus hábitos e características, pode favorecer a propagação de patógenos. “As publicações que encontramos dizem que essa espécie pode ser vetor de fungos e bactérias, portanto, pode transmitir doenças em árvores frutíferas”, disse.

A vespa é considerada uma praga agrícola e a sua expansão se dá por transporte de barco ou avião, propagada por humanos. O melhor mecanismo para o controle é localizar os ninhos e exterminá-los.
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink